Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Que queres que eu te faça?

Ao observarmos o evangelho, em nenhuma passagem Jesus diz para alguém: ‘’eu te curei’’. Ele sempre diz: ‘’a sua fé te salvou’’. E a todos aqueles que se aproximavam Dele perguntava:’’ o que queres que eu lhe faça?’’

Quando Jesus perguntou o óbvio para o cego Bartimeu: ‘’que quer que eu lhe faça?’’ em nossa pequenez comparada a grandeza de Jesus, achamos que todo cego quer enxergar, que todo aquele que pergunta quer respostas, porém quando temos a experiência com o verdadeiro evangelho de Cristo, começamos a compreender que pouquíssimos cegos querem enxergar e nem sempre quem pergunta quer respostas.

Jesus é sempre muito positivo e paciente conosco. Toda vez que o buscamos em pensamentos dizendo: ‘’mestre, o Senhor está vendo a minha situação, minha vida, minhas finanças, minha família, minha saúde, etc, etc... há sempre uma voz silenciosa a perguntar: ‘’o que queres que eu te faça?’’,  ‘’por que me procuras?’’. E se nós de fato, procuramos a cura do espirito é preciso dar uma resposta satisfatória. O cego Bartimeu respondeu: ‘’Senhor, que eu veja’’.

Eu quero ver. E se nós pedíssemos visão? ‘’Pai, que eu seja capaz de enxergar meus pontos negativos e positivos. Deus, que eu seja capaz de enxergar aquilo que vai destruir a minha vida e aquilo que irá construir. Deus, que eu seja capaz de enxergar o papel de cada pessoa em minha vida, inclusive daquelas as quais eu não gosto’’. O que mudaria?

Mudaria tudo, porque a compreensão muda tudo. Quando olhamos para a vida com aceitação e compreensão, toda a vida muda sem que nada se altere. Pois mudou-se a forma de viver. E é esse o maior milagre que o evangelho pode fazer no coração de uma alma. Ele faz com que ela enxergue. E ela passa então, a viver bem as situações difíceis.

Muitas vezes, nos falta a compreensão de que temos todos os recursos indispensáveis para cumprir as propostas de Deus em nossas vidas. O que precisamos já nos foi concedido. Não o que desejamos. Na oração do Pai nosso, Jesus nos ensina que qual filho que pedindo um pedaço de pão ao pai e esse lhe dá uma serpente? O Pai sabe o que é pão e o que é serpente, mas infelizmente nós nem sempre sabemos. Muitas vezes, o que nós mais desejamos é justamente aquilo que vai nos prejudicar. E toda a porta que nos arrombamos é a porta que vem com a maior dose de infelicidade em nossas vidas.
Por isso, há conselhos de Jesus que não podemos desprezar, entre esses conselhos estão quatro:

Amar. Essa é a solução, pois quem ama é capaz de ver sementes. Quem ama muito é capaz de ver frutos dentro da semente, como diz um provérbio chinês: qualquer um pode abrir uma laranja e contar as sementes, mas qual de nós é capaz de ver a semente e dizer quantas laranjas há dentro dela?

Espera. Deus é sempre o último a falar. Deus é sempre o último a se manifestar, pois quando ele manifesta está resolvido. É preciso esperar, pois o Criador nunca colhe frutos verdes. Há sempre o momento exato de agir. Esperar é para aqueles que aprenderam a virtude da paciência e que sabem guardar o coração em paz.

Trabalhe. Não existe nada difícil na vida, existe sim, coisas trabalhosas. O trabalho é o esforço inteligente. Tudo o que é trabalho leva tempo para se realizar e o tempo só respeita aquilo que foi feito com a ajuda dele.

Perdoe. Com Jesus aprendemos a perdoar. Se você não quer perdoar de jeito nenhum, siga o exemplo de Robison Crusoé, vá para uma ilha deserta. Relacionar-se tem um preço. É impossível relacionar com as pessoas sem precisar de perdoar. Essa moeda tem dois lados. Toda vez que falamos em perdão, imaginamos alguém nos ofendendo e nós perdoando. Nós nunca pensamos o contrário: eu ofendendo e o outro me perdoando. Ninguém vive sem o perdão. A mágoa é o sentimento mais destruidor que um coração pode carregar e a falta de perdão gera mágoa. Essa falta é tão destruidora e profunda que gera inclusive o câncer, pois esse sentimento negativo altera o processo de multiplicação das células que não conseguem fazer seu trabalho diante desse sentimento. Não foi por outra razão que a última lição de Jesus na cruz foi o perdão.

Se você esqueceu tudo o que lhe foi ensinado a respeito do evangelho, lembre-se apenas que se o evangelho conseguir até o último dia de sua vida trazer para dentro do seu coração a luz do perdão, da gratidão e da fé, valeu ter nascido. A luz da fé e da confiança nos ensinamentos de Cristo Jesus, nosso mestre maior, nos ensina a memorizar as dádivas e esquecer o que não é bom.
Contagem - MG
Textos publicados: 25 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.