Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Por que será que o homem chora?

Por que será que o homem chora? Qual é a causa de toda busca humana? Por que tenho que aceitar sem reclamar? Por que nasci nesse mundo caótico? Essas são algumas das muitas indagações humanas que muitas vezes, perdem-se na turbulência de sensações não definidas. Ainda não há respostas para todas as aflições humanas. Viver aprende-se vivendo. No palco da vida, o próximo ato é um improviso.

A vida acontece a cada segundo, sem um script definido. E no meio dessa encenação da divina comédia humana, encontra-se o outro, o meu reflexo representado na figura de um pai patrão, homem, amigo, inimigo, mulher, mãe, filhos... seres humanos incompletos. O outro, osso duro de roer onde a razão perde os dentes.

A vida não para, pelos cantos da cidade, pessoas tentam sobreviver. Há sempre alguém querendo um amor, buscando ajuda, vagando sem ninguém ver entre tantos rostos anônimos que se confundem na multidão. E nessa correria do mundo moderno, em que o tempo passa como um flash, como ter tempo para o meu próximo? Como olhar em seus olhos e dizer: estou aqui?

Jesus em sua inteligência incomparável, quando pregou o amor incondicional ao próximo, falava de um amor sem limites, sem cobranças. Um amor que sabe que será traído, que será abandonado assim que a porta for aberta. Será que nós, simples seres falhos, temos a capacidade de amar como o Mestre? Que amor é esse que Ele pregava?

Nós, como seres tão pequenos, não aprendemos amar como o Mestre Jesus. A cada dia, que nos vemos como reflexo no outro, percebemos o quanto somos incompletos com nossos medos, egoísmo, falta de caráter, sem compaixão. Como somos tão pequenos! Choramos em um mundo que não nos enxerga.
Mas Jesus, com seu amor sem limites, nos alcança, mesmo que não mereçamos. E quando temos a consciência desse amor, assim, nos amamos e nos amando enxergamos o outro. Desse modo, fica fácil compreender o mandamento maior: amar primeiro a si mesmo para que o próximo possa receber o melhor de nós.
Contagem - MG
Textos publicados: 23 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.