Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Por que o evangélico pós-moderno é tão bipolar?

Uma significativa parte do povo evangélico parece bipolar. Uma hora associa-se a campanhas contra temas abordados por alguns canais de TV, outra aplaude a exibição de um "artista gospel" participando de programas ou de séries típicas, vazias e comercialmente intituladas "bíblicas" nos mesmos canais de TV. Ainda hoje eu assisti um vídeo de um YouTuber que acompanho (que não é "gospel") onde ele faz a seguinte pergunta: "Vocês ainda assistem TV? Gente, 2019, acordem!" Faço aqui a mesma pergunta. No entanto, não podemos deixar de perceber que ainda hoje, infelizmente, existem famílias sem acesso à informação automática e que são obrigadas a se alimentarem do filtro condicionado de um certo jornal hoje e nacional ou algo do tipo (sem precisar mencionar novelas, realities shows, programas de entrevistas, de auditórios, etc.).

Por outro lado, muitos que foram cevados pelo império da TV aberta, pelas quebras de paradigmas do colegiado de múltipla escolha sempre de segunda a sexta às 17h30, por exemplo, pelas antigas correntes de PowerPoint por e-mail, pelos "textões" ilusórios de depoimentos do Orkut e por coisas semelhantes, e hoje têm acesso ao WhatsApp, apenas reproduzem a mesma balela: versículos da Bíblia no estilo "copia-cola" totalmente fora de contexto e sem nexo algum, textos intermináveis que quase sempre não são lidos e que, na verdade, não expressam nada de valor, notícias bombásticas desmentidas o tempo todo pelo E-Farsas e gifs intermináveis de "Bom dia!" na maioria das vezes falsamente, além de vídeos de teorias sobre achismos bíblicos.

Francamente! Chega de se juntar a modinhas estampadas nas fotos de perfis das redes sociais para dizer que estão antenadas e que sabem o que está acontecendo! Chega de odiar o presidente da nação por idolatria ao ex atrás das grades. Chega de tentar associar o Evangelho com liberalismo, feminismo, socialismo, comunismo, marxismo, homossexualidade e homossexualismo. Chega de revirar versículos isolados da Bíblia para defender achismos ou ideologias humanas ou, pior, satânicas. A vida não está nas redes sociais, a vida não está na frente do smartphone ou do PC, a vida não se resume a selfies, a vida não é stalkear a mulher do próximo e correr para se masturbar, a vida não é ficar tarando o rapaz crente e piedoso no modo stealth, a vida não se resume a criar situações, curtidas, comentários, compartilhamentos em páginas de pessoas do sexo oposto apenas para provocar o cônjuge. A vida não está em chamar a atenção para si na Matrix. A vida social está no próximo, nas reações que ele esboça, nas suas necessidades, alegrias, lágrimas, paixões, carências, no estar disposto a servi-lo sem malícia. A vida social está na família, não a que a Mídia está insistindo hoje e o mundo propagando, mas na família criada por Deus. A vida social está na comunhão com o outro, seja qual for a sua "tribo". Cor não difere ninguém, não existe cabelo ruim, não existe ninguém melhor do que ninguém. A vida está em Deus e na sua Palavra.

Os absurdos estão onde estes evangélicos bipolares se perderam: na idolatria a líderes, no cobiçar outros indivíduos e suas posses, no endeusamento dos smartphones, dos partidos políticos, das vãs filosofias, do liberalismo, do feminismo, dos tantos "ismos" espalhados por aí, os absurdos estão na mudança do que é correto para o que é errado. Quando eles se perderam ao abandonar as Escrituras, quando preferiram o testemunho pessoal que eletriza, que alvoroça, que chama a atenção, que enche as salvas e os envelopes. Os absurdos destes estão na verdade de que nunca foram a Igreja do Senhor, mesmo estando no meio dela. A vida não é um absurdo, tampouco está nas coisas ou nas pessoas, ou ainda nas emoções descontroladas das pessoas sem controle. Não! A vida está em Cristo sendo pregado nos púlpitos, nas praças, nas vizinhanças, na internet (por que não?). A vida está no joelho no chão, mas também nos pés no chão. A vida está na Verdade que liberta, mesmo que, porventura, você seja um crítico da forma, teólogo e/ou pastor que vive questionando a inerrância, infalibilidade e inspiração das Escrituras. Voltem-se correndo para as Escrituras, se é que ainda é possível! Sem o conhecimento verdadeiramente bíblico as únicas possibilidades é a morte intelectual e espiritual. Não há o que esperar. Sem saber o que está acontecendo ninguém sobrevive a este mundo cruel, atropelador, homicida, monstro faminto. Procure! Conheça! Cave! Investigue! Questione (no bom sentido)! Descubra! Cresça no conhecimento da Verdade, isto é, da Palavra de Deus!

O Prolífico.
Maceió - AL
Textos publicados: 8 [ver]
Site: http://oprolifico.blogspot.com/
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.