Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Por causa do novo Coronavírus, é possível congregar?

NOTA: A introdução desse texto está no link vinculado ao meu perfil aqui na comunidade, visto que todo o artigo não coube neste espaço. Deus abençoe você com esta leitura.

Não é possível congregar, por enquanto:
Você pode encher os pulmões e esbravejar dizendo que é possível sim congregar porque temos a tecnologia que nos oferece a oportunidade de transmitir os cultos. Bem, isso é muito importante e deve ser mantido, por enquanto, mas... não, não podemos congregar, e se você esboçou a ideia de esbravejar como eu disse, você não sabe nem onde está pisando. Para compreendermos isso, a resposta está na palavra "congregar", que no original hebraico significa "lugar designado" (hb. "mo"ed"), neste caso, para adoração a Deus. Assim, se o conceito de congregar vem de um lugar designado para culto a Deus, este lugar não pode ser a casa do povo de Deus onde todos o adoram de forma dispersa, isso é adoração pessoal. O termo em questão nos mostra que há um lugar designado para tal, e este lugar não é outro senão a Casa de Deus. A Igreja, portanto, neste período de quarentena, deve manter-se de joelhos, com a Bíblia aberta, em jejum e lamento pela distância da Casa de Deus, ansiosa para que tudo passe logo e voltemos rápida e calorosamente para o redil do Bom e Sumo Pastor.

Não é possível cear:
É isso mesmo o que você leu. A lógica bíblica não falha. Se não é possível congregar adorando a Deus por meio de uma live pelo fato já dito acima, o ato da Ceia do Senhor torna-se impossível. A origem da palavra "ceia" vem do grego "deipneo", que significa literalmente "um banquete". Ora, a instituição da Ceia do Senhor pelo próprio Senhor ocorreu numa mesa com seus discípulos onde todos compartilharam da mesma fatia de pão e do mesmo cálice de vinho. Imagine o cheiro das pessoas ali, o som da respiração de cada um (inclusive a de Cristo), o silêncio enquanto mastigavam e saboreavam o vinho. Pense no aroma fermentado do melhor vinho, imagine todos se olhando e tentando fitar suas mentes no sentido e na clareza da mensagem do Cristo ali com eles. Francamente, nada disso é possível realizar através de uma live. Contudo, a Igreja do Senhor deve manter-se de joelhos, com a Bíblia aberta, em jejum e lamento pela distância da Casa de Deus, ansiosa para que tudo passe logo e voltemos rápida e calorosamente para o redil do Bom e Sumo Pastor... à mesa... congregados.

Ainda é possível buscar a Deus, e agora com tudo:
Dito isto, resta-nos aceitar a verdade bíblica e compreender o que isso importa para nós, que estejamos em quarentena e totalmente sem desculpas para gastarmos mais tempo sob lágrimas aos pés de Cristo, com a Bíblia aberta, clamando por misericórdia, cura e graça, além de estarmos juntos novamente o quanto antes, na sua Casa, ao redor da sua Mesa, exaltando a sua morte, a sua ressurreição e a sua coroação, porque ele é soberano, o Cristo, o filho do Deus vivo.
Maceió - AL
Textos publicados: 13 [ver]
Site: http://oprolifico.blogspot.com/
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.