Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

PecVirusRm3 23 x JCJo3 16

Anualmente, a humanidade é levada quase que a um estado de pânico generalizado em decorrência do surgimento e disseminação da mutação/variação do vírus da gripe: suína, aviária, asiática, espanhola, influenza, h1n1 etc.

Desta vez é o "Coronavírus" [Covid-19], nome recebido tendo em vista que se parece com uma "corona" [coroa], o qual já atingiu todos os continentes, que é o parâmetro que permite a OMS (Organização Mundial da Saúde) decretar a "pandemia".

Recomenda-se nada de pânico, nada de medo! Convém assistir este vídeo muito sensato e baseado em conferências científicas:

Com a contaminação na China "foi colocado em debate o costume daquele povo de se alimentar com ratos, cobras, cães e morcego" e "uma das suspeitas é que o vírus tenha relação com sopa de morcego" (sic).

Entendendo a suposição como uma possível contaminação inicial por alguém que tenha comido "espetinho de rato" [vi essa foto] ou "sopa de morcego"; melhor dizendo, um hábito não saudável [não sadio] pode levar uma pessoa a adquirir um vírus, no caso o Corona Vírus (Covid-19).

Pior que o coronavírus, disse o Ministro da Saúde brasileiro, são as "Fake News" que precipitam atitudes, em geral, da população de desnecessário pânico, lotando hospitais para conferir se estão com o vírus, prejudicando assim o atendimento daquelas pessoas que, de fato estão contaminadas, carentes de tratamento; e, ainda, maximizarem o risco próprio de se infectarem caso estejam sadias.

Veio-me à mente uma correlação/analogia muito forte da doença física em relação aos nossos atos de desobediência à Palavra de Deus: pecados, atitudes não sadias, as quais nos levam a uma possibilidade de não gozar a eternidade diante de Deus, em seu reino; por isso denominei este artigo com a expressão acima, que equivale a "Pecado vírus Romanos 3. 23 ‘versus’ Jesus Cristo João 3.16", que transcrevo:

[Não estou achando que o virus é originário da nossa desobediência a Deus]!

Retornando à analogia: "Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus (Romanos 3.23), cuja "vacina" [permitam-me assim chamar a graça de Deus] já está prescrita nas Escrituras Sagradas, nos versos seguintes: "sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus, a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça..." (Romanos 3.24-25a).

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira [tanto, tanto] que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3.16).

Se pecarmos, não é preciso pânico, não é necessário medo, não é conveniente sair por aí em busca de "soluções" não recomendáveis [que desagradam a Deus] em crendices populares ineptas e ou atitudes [rituais não cristãos] como benzeduras, simpatias, sacrifícios pagãos que o nosso Deus abomina.

Há uma solução única para os nossos pecados: o Senhor Jesus, pelo qual, mediante a fé, nos conduzimos ao arrependimento, à confissão diretamente a Deus, no recôndito do nosso coração, a um pedido de perdão, ao abandono dos malfeitos como prescreve a Palavra de Deus:

"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim" (João 14.6).

"Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto [recôndito do coração] e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará" (Mateus 6.6).

"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça" (I João 1.12).

"O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia" (Provérbios 28.13).

"Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo" (I João 2.1).

Assim, cuidado e nada de pânico nas duas situações: a física [doenças] e a espiritual [pecados].

Pense nisto!
São Paulo - SP
Textos publicados: 606 [ver]
Site: http://www.sefiel.com.br

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.