Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Para ter, tem que entregar

Quando Moisés nasceu, vigorava um decreto de Faraó para que matasse todo bebê Judeu masculino, por conta da multiplicação do povo no Egito. A sua mãe o ocultou por três meses, após isso teve que renunciá-lo, mas foi restituída com abundância – Êxodo 2.

A criança foi colocada num cesto calafetado, lançado a própria sorte no rio Nilo. Por provisão divina, a filha de faraó encontrou o bebê chorando, e teve compaixão dele. A irmã do menino, que observava de longe, se prontificou e sugeriu levá-lo para uma ama hebreia para amamentá-lo e depois devolvê-lo. Ela aceitou e ele foi levado de volta à própria mãe que ainda recebeu um salário. Deus é bom!

Maria, mãe de Jesus, renunciou sua terra por causa de um decreto de morte, e fugiu com seu filho por um tempo. A mãe de Moisés também teve que renunciar para ganhar de volta seu bebê. Abraão foi provado, mas teve seu filho novamente em seus braços. Jó é outro exemplo de desprendimento, superação e recompensa. Entregar para ter é um princípio do reino dos céus. Jesus ensinou que quem perder sua vida por amor a ele, a receberá de volta eternamente. Ele foi além das palavras, entregou sua vida na cruz, mas a recebeu de volta em glória.

Renunciar não é fácil, quanto mais o que é valioso, o que é promessa de Deus. O texto diz que Moisés era formoso, e ele foi o salvador do povo cativo no Egito. Imagine uma mãe entregando o fruto do seu ventre, sua esperança, sua alegria. Quando a dificuldade, a pressão, a morte, bater em tua porta e exigir renúncia, confie em Deus e entregue tudo aquilo que Ele mesmo te deu. Nosso Pai é poderoso para nos socorrer, para dar de volta, e dar com porção dobrada.

O menino cresceu e foi desmamado. A mãe o entregou a filha de faraó e ela o chamou de Moisés – aquele que foi tirado das águas. No tempo determinado, através dele, Deus libertou o povo da escravidão do Egito com mão forte. Não deve ter sido fácil entregar o filho pela segunda vez, mas a fé no Deus bondoso, poderoso e fiel nos encoraja a servi-lo. Muitas vezes só entendemos o que Deus faz algum tempo depois. Espere no Senhor.

O homem vai às águas, ao mar, aos rios, para tirar provisão. Ao contrário disso, talvez Deus queira que você entregue o teu "Moisés" às águas turbulentas da vida, mas o Pai Bondoso o trará de volta com abundância. Lembre-se: Para ter, tem que entregar.
Rio De Janeiro - RJ
Textos publicados: 54 [ver]
Site: http://albanisioribeiro.blogspot.com.br/
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.