Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Para muitos, o amor não existe

Já ouvi muita gente dizer que não acredita no amor e eu fico me perguntando: será que essas pessoas sabem o que é o amor? Será que já amaram alguma vez? Muita gente confunde amor com empolgação, paixão ou carência, isso tudo pode fazer parte do amor, mas não é o amor. O amor existe, não apenas como um sentimento momentâneo e passageiro, ou fruto de nossa mente, de nosso corpo carente que de repente "cai de amores" por alguém. Se fosse assim, o ser humano seria como um animal e agiria apenas por instinto e só serviria para procriação. O amor é uma essência divina, ele existe de fato e muda a vida da pessoa. Quem diz que o amor não existe, ou não acredita no amor tem as suas razões porque, certamente, nunca provou deste sentimento sublime e nunca experimentou essa força humana e divina inundando a sua vida. Quem já experimentou acredita e vibra quando sente essa presença inexplicável dominando o seu ser.

O amor às vezes nos faz sofrer, mas sem amor a pessoa sofre muito mais, pois vive na descrença e caminha no vazio seguindo a estrada da tristeza e do desamor. Muito bem, então o amor existe, eu tenho certeza. Mas para muitos, o amor não existe, pois vivem como se o amor não existisse. Alguém comentou: "O amor não é um sentimento: ele é uma escolha, uma opção". Eu sei que as opiniões são diversas, mas se o amor não existisse, a Bíblia não ocuparia tantas páginas para falar dele e exalta-lo. João disse que "Deus é amor", (I João 4.8) e Jesus disse que "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (João 3.16). Se o amor não existisse eu também não existiria porque sou a fruto do amor. Nesse caso, não interessa de que amor estamos falando (na língua grega existem quatro tipos de amor), o fato é que o amor existe. Mas muita gente não acredita no amor, ou seja, não acredita em Deus e nem nos seus próprios sentimentos. Eu sei que este tema está "batido e surrado", mas ele é sempre atual e atualizado, pois é a essência do ser humano. Eu sei que é complexo, que existem situações diversas e divergentes, mas o amor é muito abrangente. O hino 396 da Harpa Cristã diz: "Muito além do nosso entendimento, alto mais que todo pensamento, glorioso em seu sublime intento é o amor de Deus, sem par. Fez um sacrifício infinito dum valor imenso, inaudito, dando-nos o Filho Seu bendito; calculai o amor de Deus. Grande amor! Amor de Deus! Enche a terra e enche os céus! Grande amor! Amor que abrange a todo o mundo e atinge a mim!".

Quando falamos do amor de Deus ficamos sem palavras tal a magnitude deste amor. Entretanto existem pessoas que dizem e até afirmam que o amor não existe, não é um sentimento, é uma escolha, uma opção. Para quem não crê em Deus, provavelmente o que eles chamam de amor pode ser apenas uma atração física, algo como o instinto animal. Mas para quem crê em Deus e na Bíblia, o amor é real e sacrificial. Tudo é uma questão de experiência e não apenas de ponto de vista. Não é crença, não é ciência, nem religião: é uma experiência, algo que vivemos e vivenciamos em nosso dia a dia e que nos prova que este sentimento só pode ser amor. E assim cantamos e louvamos a Deus pelo seu grande amor para conosco: "Grande, foi mui grande o meu pecado; triste, perigoso o meu estado, mas o amor que nunca foi sondado me salvou - o amor de Deus. Foi quem perdoou os pecadores, rogos atendeu de malfeitores, quem sarou os pobres sofredores, esse imenso amor de Deus". (Hino 396 da Harpa Cristã). Para o cristão, o amor existe porque Deus é amor.
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 471 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.