Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Olhos para além das crises

Algo me tirou a paz hoje vendo o jornal e me fez olhar novamente para dentro. Em meio aos protestos e manifestações vi uma faixa estirada "S.O.S EMPREGO" visto que conseguimos atingir a marca histórica de mais de 14 milhões de desempregados (Essa é apenas uma área). Em meio a tantas crises explodindo em diversas áreas de nossa nação, fui tomado a repensar minha própria reivindicação e crise no momento: "Porque devo pedir um emprego pra Deus e porquê Ele deve me dar, sendo que mais de 14 milhões estão nesse mesmo titanic que eu?" Sendo que nesse barco há pessoas que não tiveram as mesmas oportunidades, tem diversidade de necessidade, pais de famílias desesperados por colocar sustento em suas casas por talvez não agüentarem ouvir mais suas crianças perguntando: "pai? Acabou o leite? Hoje não vamos ter pão de novo?".

Temos que admitir que falhamos, que nossas estruturas privilegia apenas alguns, que entramos num jogo chamado capitalismo que perpetua sempre a competição com a regra meritocracia e todos aqueles que jogam não tem as mesmas oportunidades. Quem tem o direito nesses parâmetros? Deixamos de ser economia de mercado para sociedade de mercado, tudo se compra e vende, há exploração trabalhista, exploração humana, há exploração em todas as áreas e alguns estão se lamentando por essa queda, pois, acham que a história é ditada pelo capital.

"Amedrontados por causa do tormento dela, ficarão de longe e gritarão: " ‘Ai! A grande cidade! Babilônia, cidade poderosa! Em apenas uma hora chegou a sua condenação!’ "Os negociantes da terra chorarão e se lamentarão por causa dela, porque ninguém mais compra a sua mercadoria: artigos como ouro, prata, pedras preciosas e pérolas; linho fino, púrpura, seda e tecido vermelho; todo tipo de madeira de cedro e peças de marfim, madeira preciosa, bronze, ferro e mármore; canela e outras especiarias, incenso, mirra e perfumes; vinho e azeite de oliva, farinha fina e trigo; bois e ovelhas, cavalos e carruagens, e corpos e almas de seres humanos."
(‭‭Apocalipse‬ ‭18:10-13‬)

O dia começa a ser de choro não por causa da justiça, mas pela falta do lucro. Oro a Deus para que como o profeta Amós, a justiça corra como um rio que nunca cesse. E ao invés do desespero circunstancial a partir de uma ótica meramente terrena possamos ser invadidos pela eternidade em nosso presente e celebrar: " ‘Celebrem o que se deu com ela, ó céus! Celebrem, ó santos, apóstolos e profetas! Deus a julgou, retribuindo-lhe o que ela fez a vocês’."
(‭‭Apocalipse‬ ‭18:20‬)

Que nossos corações sejam invadidos pela esperança da soberania do Eterno ainda que a realidade pareça caótica e onde nossa visão não consiga enxergar um palmo à nossa frente. Que Deus tenha misericórdia de nós. Amém.
São José Dos Campos - SP
Textos publicados: 10 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.