Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

O preço do meu resgate

Começo este texto com a seguinte citação bíblica:

1 Pedro 1:18 "Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes RESGATADOS da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, 19 Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, 20 O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós; 21 E por ele credes em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos, e lhe deu glória, para que a vossa fé e esperança estivessem em Deus"

É sabido pela Bíblia que Deus criou o homem perfeito, e que a transgressão cometida pelo primeiro casal no Jardim do Éden legou a toda humanidade o vírus do pecado, trazendo a morte como consequência: Romanos 5:12 "Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram".

Nenhum homem pode ser perdoado e consequentemente salvo da condenação por seus próprios esforços, dependendo unicamente da misericórdia de Deus: "Admirei-me porque ninguém se apresentou para ajudar os oprimidos. Então eu mesmo intervim para salvá-los com meu braço forte ... " (Trecho Isaías 63:5).

Assim, só Deus pode resgatar e redimir o pecador. E isto O Senhor fez enviando Jesus para morrer pelos pecados dos que se arrependem, creem no Evangelho e confessam Jesus como único e suficiente Salvador: Romanos 8:3 "Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne" ... Romanos 5:6 "Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. 8 Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores" ... Marcos 10:45 "Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos".

Sinto-me, então, perdoado tanto quanto alguém que estava negativado em todos os seviços de proteção ao crédito mas teve a cooperação de uma Pessoa extremamente rica que quitou uma enorme dívida contraída por anos à fio de gastança desenfreada.

Isto pacifica a minha mente, mas jamais me leva a agir de maneira leviana, pois o Apóstolo Paulo, principal compilador da doutrina da salvação pela fé, advertiu àqueles que pensavam em banalizar o presente da salvação oferecida gratuitamente por Jesus: "Romanos 6:1 QUE diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? 2 De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?".

E se (e quando) eu pecar?

Eis a promessa: "1 João 1:9 "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça".

Entendo perfeitamente que Jesus agradou ao Pai em meu lugar: Isaías 53:11 "Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniquidades deles levará sobre si".

Obrigado, Senhor!
Recife - PE
Textos publicados: 384 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.