Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

O Gênesis é hoje

Diante dos extremos que estamos inseridos por vontade própria ou simplesmente pelo fato de sermos cidadãos e ocuparmos um lugar em determinado lugar, seja ele geográfico ou o do próprio corpo, tornou-se necessário fazer um retorno difícil a um estado de razoabilidade em que nossas faculdades possam ser descomprimidas diante da efervescência de informações a que somos submetidos diariamente.

No Evangelho de Mateus, no capítulo 16, nos versos 24 ao 26, na tradução de Eugene Peterson, Jesus diz que "quem quiser seguir-me tem de aceitar minha liderança. Quem está na garupa não pega na rédea. Eu estou no comando. Não fujam do sofrimento. Abracem-no. Sigam-me, e eu mostrarei a vocês como agir. Autoajuda não é ajuda, de jeito nenhum. O autossacrifício é o caminho para que vocês descubram sua verdadeira identidade. Qual é a vantagem de conquistar tudo que se deseja, mas perder a si mesmo? O que vocês teriam para dar em troca da sua alma?"

Máximas como a da necessidade de consumo tem nos empurrado para dois mundos que hoje se tornaram claramente inconciliáveis: o ser versus ter.

O que antes apreciávamos como virtude, hoje não passa de mero atributo de novela de época, como se não houvesse mais espaço para ser quem se é, isto é, servo e filho de Deus. Ao invés disso, a necessidade de ter tomou todos os lugares da realidade humana, do ato de dar à luz a repulsa pelo envelhecimento.

A bíblia nos mostra e orienta sobre a necessidade do tempo para todas as coisas. Sim, há tempo para todas as coisas e cada qual precisa obedecer sua ordem de surgir e desaparecer nesse mundo visível.

O desejo pela eternidade que nutria nossa alma para sermos sal e luz no mundo esvaziou-se e deu lugar a busca pelo brilho eterno das coisas vãs. Um vazio assumido, exposto como conquista de ser mais um que nada tem a oferecer, um vazio que mostra-se belo mas fugaz por não ser apropriável. Claro, a vida em todas as suas dimensões não é sobre ter, é sobre ser e as Escrituras lançam luz a esse caminho da vida que pode ser tão excruciante. A nossa carência de termos uma identidade ofuscou nossa capacidade ver nossas fragilidades e consequentemente nossa natureza caída.

Caro leitor, concluo essa breve reflexão dizendo que o aroma que sai de nossas bíblias só difere do tempo que cada uma carrega, pois o conteúdo é inexoravelmente o mesmo. Voltemos ao Gênesis para que possamos entender onde foi que caímos e supliquemos mais uma vez e por todos os dias de nossas vidas, por uma nova chance àquele que faz tudo novo de novo.
Rio De Janeiro - RJ
Textos publicados: 2 [ver]
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.