Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Movidos pela imaturidade

"Passado algum tempo, Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta, mas não aceitou Caim e sua oferta. Por isso Caim se enfureceu e o seu rosto se transtornou. O Senhor disse a Caim: "Por que você está furioso? Por que se transtornou o seu rosto? Se você fizer o bem, não será aceito? Mas, se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo." (Gênesis 4.3‭-‬7)

O nosso sentimento e reação a respeito do cenário que nos cerca revela tudo a respeito de quem nós somos!

Em Gênesis 4, o sentimento de fúria de Caim desnudou sua completa imaturidade. Ele ficou furioso, pois fez um sacrifício ao Senhor que não foi aceito, enquanto a oferta de seu irmão Abel foi recebida por Deus.

Caim não refletiu que sua oferta estava aquém daquilo que Deus pedia, enquanto seu irmão havia se esmerado em oferecer as primícias dos seus bens e sacrifícios de animais. Ele desejava receber o mesmo reconhecimento que seu irmão, porém fazendo menos esforço – pretensa esperteza.

Apesar disso, Deus deixa clara a possibilidade de Caim tentar novamente e acertar o alvo. O Senhor, ao perceber o rosto transtornado de Caim, o alerta do seu sentimento, aponta o risco de uma reação inconsequente e indica como Caim deveria agir para evitar o pior (v.7).

No entanto, sem nenhum domínio próprio, Caim reage direcionando para Abel toda a fúria com a não-aceitação do sacrifício, arquiteta uma cilada para o seu irmão e o mata.

O que fazemos movidos pela nossa imaturidade?

As pessoas podem ter atitudes que não esperávamos, as situações que nos cercam podem ser contrárias, mas ninguém pode determinar o nosso sentimento e reação.

O fruto de um relacionamento verdadeiro com Deus nos leva a encarar com confiança e maturidade tudo que acontece ao nosso redor, para que, mesmo em meio a situações muito duras, sejamos submissos a Ele e nossa vida seja instrumento de conserto, perdão, restauração e não para dar vazão ao pecado.

Coloque-se em comunhão com o Senhor, renove o compromisso em submeter o seu coração a Ele e permita-se ser moldado por Sua Palavra!
São Paulo - SP
Textos publicados: 16 [ver]
Site: http://diadiacomosenhor.blogspot.com

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.