Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Mazzaropi, o corintiano

O grande humorista e cineasta Amacio Mazzaropi, que produziu e participou como artista principal em 32 filmes, ficou marcado por sua atuação no filme "O corintiano", filme este que conseguiu atrair a admiração e o elogio de vários torcedores de times rivais do Corinthians. No filme, ele discutia com um vizinho que era torcedor de um time rival e foi ao estádio assistir um jogo do seu time contra esse time rival e só podia dar muita confusão, mas com muito humor, como sempre fazia o grande Mazzaropi. Eu acompanho futebol, até torço por um time mineiro que é alvinegro como é o Corinthians e analiso o comportamento dos torcedores. Cada um é mais fanático, mas dentro desse fanatismo geralmente há um respeito pelo torcedor do time adversário. Alguém diz que há muita violência entre torcedores de times rivais e realmente há, mas a violência está alastrada por vário setores da sociedade, principalmente na política em que os políticos deveriam ser um exemplo para a população, considerando que eles pretendem governa-la. No futebol há violência, já fui a estádios e sei mais ou menos como é. No caso do filme do Mazzaropi não houve violência, pois a essência era o humor, inclusive com a presença da família no estádio. Hoje, em todos os esportes há rivalidade e muitas vezes ela leva à violência, principalmente no interior do País. Nos grandes centros a segurança é maior inclusive na saída do estádio. O corintiano Mazzaropi conseguia lotar todo espaço onde seus filmes eram rodados, ficava gente na fila do lado de fora esperando uma brecha para poder entrar. Parecia algumas igrejas que hoje ainda existem, mas são cada vez mais raras. As multidões hoje ainda lotam estádios, igrejas e locais de shows, também lotam espaços onde estão alguns políticos, especialmente o nosso presidente que onde vai arrasta multidões. No tempo de Jesus as multidões o seguiam e muita gente era curiosa, outros iam atrás de milagres, ou eram religiosos que iam curiosos para ver o que ia de fato acontecer e outros iam por causa do alimento, pois onde Jesus estava havia multiplicação de pães. Muitos enfermos eram levados, ou iam com dificuldades e uma das passagens mais lindas e tocantes foi daquela mulher que tinha um fluxo de sangue e queria tocar em Jesus porque sabia que dele fluía poder.

Essas passagens bíblicas sempre mexeram comigo, eu lia e sentia como se eu estivesse ali junto, como um jornalista, anotando tudo e se possível fotografando e materializando e documentando aquele evento. As multidões se acotovelavam em busca de um olhar, de um toque ou de aceno de Jesus porque sabiam que dele vinha virtude, cura, benção e salvação. Ainda hoje muitas pessoas desejam tocar em Jesus ou serem tocadas por ele. Não se trata de um humorista, de um cineasta famoso, de um artista, de um galã, de um astro do futebol, mas se trata de Jesus, o Deus encarnado que veio para nos purificar dos pecados. Como é bom falar de Jesus, como é bom adorar a Jesus!

FALAR DE JESUS
Como é bom falar de Jesus,
adorar a Jesus, amar a Jesus,
orar a Jesus, conhecer a Jesus,
viver com Jesus desfrutar sua luz.
Como é bom bom servir a Jesus
como servo fiel carregar minha cruz..

Como é bom falar de Jesus,
adorar a Jesus, viver com Jesus,
amar a Jesus, servir a Jesus,
orar a Jesus, clamar a Jesus,
adorar a Jesus, implorar a Jesus.
Como é bom bendizer a Jesus,
como é bom sofrer por Jesus.

Cícero Alvernaz, (autor) 02-05-2018

Se hoje ainda existem pessoas que são fanáticas por um time, por um jogador e até são capazes de dar a sua vida pelo seu time do coração e brigam por ele, muito mais devemos fazer por Jesus que nos amou e se entregou por nós para nos salvar do inferno que é a perdição eterna. O corintiano é apenas um personagem do grande humorista Mazzaropi, certamente o maior que o Brasil já teve, mas a nossa fé em Jesus nos garante um lugar de gozo onde viveremos eternamente livres de todo mal e de toda dor, ou tristeza.
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 563 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.