Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Jesus viveu por você

É de conhecimento de todo cristão e de muitos não cristãos de que Jesus morreu por nós. Ele morreu na cruz do calvário para assumir as consequências do nosso mal, receber o castigo que era nosso ao nos substituir. Ele também morreu por nós no sentido de que foi motivado por amor. Ele não precisava ter feito isso, podia ter lançado sua ira sobre nós mas decidiu demonstrar seus amor pelos ímpios(Rm 5:8) ao morrer por eles, por nós. Por causa de sua morte e ressureição nós somos salvos quando colocamos nossa fé em Sua pessoa e obra.

Mas o valor da morte de Cristo é melhor entendido quando olhamos para a sua vida completa. Ele não apenas morreu por você, mas viveu por você.
Sabe por que o Pai não enviou Jesus já grande, com a idade para morrer na cruz? Sabe por que ele nasceu como toda criança(exceto por não ter sido fruto de sexo)? Ele decidiu fazer isso basicamente por dois motivos: para nos dar o exemplo de como viver, ao obedecer inteiramente a Deus e também para que aqueles que Nele confiam recebam os méritos de sua obediência assim como na cruz Ele recebeu os méritos da nossa desobediência.

Olhando o exemplo.
O livro de hebreus diz que ele foi tentado em tudo e por isso hoje pode nos socorrer. Jesus, que é homem e Deus está agora nos céus ao lado do Pai e entende as suas tentações. Ele passou por coisas semelhantes, mas sem ter cedido a elas.
Isso denuncia que eu e você podemos não ceder a tentação, mas não baseado em nossa força ou sabedoria. E isso me leva ao segundo ponto do exemplo.
Jesus, ainda que sendo Deus ao se fazer homem deixou de lado seus atributos. E na terra ele viveu e agiu guiado e fortalecido pelo Espírito Santo e sua unção. Pedro diz em Atos que jesus foi homem cheio do Espírito que fez muitas curas e milagres. Isso mostra que devemos ser totalmente dependentes do Espirito como jesus. Ele orou como ninguém, jejuou como ninguém. Além disso, mesmo Ele sendo Deus estudava as escrituras e as citava na hora da tentação. Ele jamais quebrou a Lei mas sempre foi misericordioso, como na cena da mulher adúltera. Ele cumpriu a lei e exerceu misericórdia. Que exemplo!

Uma transferência divina
Mas Jesus foi bem mais que um bom exemplo. Muitos o tem como um mestre moral mas como disse C.S.Lewis Jesus não nos deixou essa opção. Ele fez e disse coisas que um mestre moral não devia dizer. Ele perdou pecados não feitos diretamente contra ele. Ele demonstrou autoridade sobre a Lei que Moisés recebeu de Deus e ainda se colocou como o próprio Deus sendo por isso morto pelos judeus e romanos.
Se Jesus fosse só um bom exemplo seria esmagador, pois você e eu não podemos cumprir tudo.
Mas graças a Deus, além de exemplo ele foi a nossa própria justiça, a dos que crêem.

Romanos 4 diz que Abraão creu em Deus e isso lhe foi creditado/imputado como justiça. Abraão teve fé e Deus "transferiu" para Ele sua justiça. Davi também fala da alegria do homem que é tido como justo diante do Pai independente de suas obras, fiado somente na fé. Você pode estar pensando: isso é injusto, como alguém vai ser declarado justo apenas crendo?

Essa é a promessa da graça de Deus.
Se fosse baseado na lei e nas obras seria dívida, mas sendo baseada na fé em Cristo é contado como promessa/herança/presente/dom.
Quando Jesus estava obedecendo a Deus, O amando, cumprindo a Lei de forma completa e perfeita não era em favor dele mas em favor nosso.

Hoje quando cremos Nele recebemos sua justiça, Deus nos vê em Cristo, em suas obras, em seus méritos. Isso não significa que deixamos de ter pecados, tentações e falhas, mas que Deus nos olha como se fossemos Jesus, por isso somos ouvidos como Ele foi e aceitos.
Isso tira nosso mérito, nossa tentativa frustrada de chegar a Deus pela caridade ou religiões e nos faz filhos amados que confiam somente em Jesus e estão sendo transformados pelo Espírito Santo para sermos cada vez mais conforme Cristo é.

"As palavras "lhe foi creditado" não foram escritas apenas para ele,
mas também para nós, a quem Deus creditará justiça, para nós, que cremos naquele que ressuscitou dos mortos a Jesus, nosso Senhor.
Ele foi entregue à morte por nossos pecados e ressuscitado para nossa justificação.
Romanos 4:23-25"
Seropédica - RJ
Textos publicados: 8 [ver]
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.