Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

É razoável a sua fúria?

O profeta Jonas ficou profundamente furioso após pregar à cidade de Nínive e ver o Senhor operar transformação naquele lugar.

É interessante perceber que a fúria de Jonas tem a ver com a bondade e compaixão de Deus! Ele se irritou ao ver o Senhor usar de misericórdia com aquele povo, que era inimigo de Israel (veja Jonas 4.2).

Diante do desabafo de Jonas, o Senhor faz a seguinte pergunta a ele:

"Você tem alguma razão para essa fúria?"
(Jonas 4.4)

Deus poderia nos perguntar a mesma coisa em vários momentos da vida, não é verdade?
É razoável a sua fúria?

Faz sentido perder a paciência e até mesmo ter a comunhão com Deus abalada por situações tão fúteis que ocorrem ao nosso redor?

A nossa postura diante das condições que nos cercam costuma ser muito destrutiva e desprezamos o favor do Senhor em vários aspectos do nosso dia-dia!

Será que não reclamamos demais da vida, que de maneira geral, é tão abençoada por Deus?

Será que não estamos furiosos demais quanto às dificuldades no trabalho, quando tantas pessoas nem tem um emprego sobre o qual reclamar?

Será que não criticamos demasiadamente as pessoas com quem dividimos a vida, sendo que nós também estamos em processo de construção?

Isso não quer dizer que tenhamos de aceitar com passividade os contextos em que estamos inseridos, simplesmente porque existem pessoas em condições piores.

Mas precisamos refletir se nossa indignação está nos levando à construção de algo novo e melhor ou apenas sendo destrutiva quanto ao ambiente que nos cerca.

Deus teve que relembrar Jonas sobre a razão de sua compaixão: aqueles eram seres criados por Ele e que ainda não haviam compreendido os Seus planos. Pessoas que precisavam entender quem era o Senhor e ter a oportunidade de desenvolver um relacionamento mais profundo com Ele.

Como filhos de Deus, precisamos ter um coração tão gracioso como o de nosso Pai e notar a Sua presença em meio ao nosso dia-dia. Muitas das situações que surgem à nossa volta são resultado do trabalhar do Senhor para nos moldar, ensinar e tratar.

Por isso, antes de se enfurecer, peça a Deus que te dê a visão graciosa dEle e entenda a obra sendo realizada por você, em você e através de você!
São Paulo - SP
Textos publicados: 17 [ver]
Site: http://diadiacomosenhor.blogspot.com

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.