Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Do Egito chamei o meu filho

Quando Israel era uma criança, eu o amei como meu filho e do Egito chamei o meu filho (Oseias 11.1).

Quando Herodes morreu, um anjo do Senhor apareceu em sonho a José no Egito e lhe disse: "Levanta-te e leve o menino e sua mãe de volta à terra de Israel, porque aqueles que estavam procurando matar o menino já morreram". (Mateus 2.19-20). Jesus foi perseguido desde o seu nascimento, ou mesmo antes de nascer, mas Deus o protegeu e o manteve livre de Herodes, que por inveja procurava matá-lo. Tudo que aconteceu nesse contexto foi milagre e providência de Deus. E tudo isto já havia sido profetizado por Oseias, conforme o capítulo 11, versículo 1. Dentro deste contexto, Israel era uma criança e também era perseguido por Herodes. Os pais de Jesus o levaram para o Egito para o livrar do rei Herodes para que se cumprisse a profecia de Oseias. A entrada e a saída do povo de israel no Egito tipifica Jesus, aponta para aquele que Deus haveria de enviar a seu tempo para libertar aqueles que estavam no Egito, lugar de maldade pecado que hoje é simbolizado pelo mundo onde existem muitas atrações, mas não existe a presença e a ação de Deus. Nosso Pai trabalha e orienta, Ele prevê todas as coisas e nós muitas vezes não entendemos a sua mente, a sua forma de trabalhar. Deus escondeu o seu Filho, o livrou daqueles que procuravam tirar-lhe a vida.

O salmista Davi, muto antes já dissera: "Ainda que eu ande pelo vale da sombra e da morte não temerei mal algum porque tu estás comigo, a sua vara e o seu cajado me consolam" (Salmo 23.4). Fico admirado quando medito nesse cuidado de Deus com os seus filhos. É tão forte que os homens, em geral, não acreditam e inventam histórias para negar os relatos bíblicos. Quando há milagre, a mente humana realmente não consegue entender. Só o homem espiritual pode crer e aceitar o que é espiritual. A Bíblia, em si, já é um milagre e isto confunde a mente de muitas pessoas ao ponto de muitos não crerem na existência de Deus. Não há nada mais contraditório, afinal se não cremos em Deus, como acreditar no milagre da vida? Como explicar a providência de Deus. Como explicar a vida e a morte? O mais incrível, porém, é que existem médicos que não creem em Deus. Isto é para vermos como o ser humano age quando o assunto é espiritual. O médico está diante do milagre da vida todos os dias e mesmo assim se mantém distante de Deus. Nós cremos num Deus pessoal que não pode ser representado por nenhuma figura. Pessoalmente, sou contra até em se colocar cruzes nos templos, afinal Jesus não está mais na cruz e a cruz é maldição e maldito é todo aquele que é pregado no madeiro. Há pessoas que fazem figuras de Jesus e são contra aqueles que fazem imagens e se prostram diante delas, isto também é um tipo de idolatria. Vivemos pela fé e não pela vista. "O justo viverá da fé". (Habacuque 2.4). Deus cuida de seus filhos assim como Ele cuidou de Seu Filho e o livrou antes e após o seu nascimento. Tudo na Bíblia gira em torno de um milagre, desde Gênesis até Apocalipse. A igreja é um milagre, não igreja como denominação, ou organização que existe como se fosse uma colcha de retalhos, mas a igreja, o templo que somos nós.

Deus fala conosco e nos orienta cada dia, cada momento. De repente, Ele vem e se comunica conosco. Ele nos fala de várias maneiras usando meios até incríveis e invisíveis para falar conosco. Creio que da mesma forma como Deus livrou o Seu Filho através de seu anjo que falou com José em sonho, da mesma forma ele fala conosco nos orientando e nos livrando das garras dos "Herodes modernos". É isto que nos faz crer e querer nos aproximar mais e mais de Deus.

Que o Seu nome seja louvado e para sempre exaltado.
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 471 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.