Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Deus é o culpado.

Graça e paz amados. Deus realmente é culpado?
Veja o texto do profeta Ageu e analisemos juntos.
Semeais muito, e recolheis pouco; comeis, porém não vos fartais; bebeis, porém não vos saciais; vestis-vos, porém ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o num saco furado. Assim diz o Senhor dos Exércitos: Considerai os vossos caminhos. Ageu 1:6-7

Ageu foi um profeta que viveu no tempo da reconstrução do templo de Jerusalém. Na época do cativeiro toda pompa e gloriosa beleza do templo foi jogada por terra. Foi saqueado várias vezes e acabou por ser totalmente incendiado e destruído por Nabucodonosor rei da babilônia, que levou todos seus tesouros para a Babilônia (leia o livro de Daniel). O povo de Deus, quando você lê o profeta Neemias e Esdras estava debaixo do domínio Persa, após o cativeiro. Foi cativo na Babilônia 70 anos e agora estava ainda sob domínio dos persas pois a babilônia foi tomada por eles. Como Deus é misericordioso e num sinal de favor, através de Deus, o rei da Pérsia permitiu que os judeus voltassem para casa e reconstruíssem o templo.
Alguns destes judeus não quiseram voltar à sua pátria, e resolveram ficar e viver na Pérsia na Babilônia sob domínio dos persas. Isso tipifica a vida de muitos crentes hoje em dia. Que embora batizados, membros de igreja, preferem ficar amigos do mundo, mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus. Pois não se adaptaram a liberdade oferecida depois de viverem cativos pelos seus pecados na Babilônia.

O profeta Ageu é usado para encorajar os judeus que voltaram apara Jerusalém, segundo alguns estudos feitos eram em número de 50 mil judeus, a completar o trabalho, e reedificar a casa de Deus, apesar da oposição dos inimigos. Neste pequeno livro e no livro do profeta Zacarias o povo, está sendo convocado a se dedicar mais às coisas de Deus.
Os anos se passaram, e segundo o que percebemos é que neste tempo o povo afrouxou as mãos e desistiram de reconstruir o templo, e o templo continuava em ruínas. O povo de Deus se esqueceu do trabalho, da obra e se concentrou, e dedicaram-se mais nos seus próprios negócios, do que a tarefa de fazer a obra de Deus.

A bíblia é um livro tremendo, e atual em todos os tempos. Ela, a Bíblia sendo a Palavra viva de Deus, traz aos judeus naquela época 535 anos mais ou menos antes de cristo, o resultado de não se adequarem a aquilo que Deus determinava a eles. E qual foi o resultado pastor: O resultado é este > semeais muito, e recolheis pouco; comeis, porém não vos fartais; bebeis, porém não vos saciais; vestis-vos, porém ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o num saco furado.

A ambição pelo mundo, pelo enriquecimento de si mesmo, e a idolatria ao eu, as preocupações da vida foram focadas como sendo as prioridades. Buscaram apenas riqueza e coisas materiais, mas esqueceram da missão. O crescimento da obra e reedificação da casa de Deus, deixou de ser necessário e importante, e se tornou secundaria.
Assim também é hoje. Cada qual faz a obra com o tempo que sobra, pois não acham mais um tempo, estão determinados às coisas do mundo e se esqueceram de Deus e de sua obra.  Assim Deus também se esqueceu e esquecerá daqueles que assim estão agindo.
Em nossos dias, Deus é culpado de tudo que acontece aos seres humanos, inclusive a uma classe de crentes atuais. O filho do crente é o garanhão da cidade, e os pais não corrigem, porém quando a filha deste crente se engravida do ímpio dizem: Deus por que o Senhor permitiu isso....

O crente não vai mais aos cultos, nem convida os filhos para orar em seus lares, muito menos leem a bíblia em casa.
E quando vai na cadeia buscar um filho por uma falta grave contra à sociedade perguntam: Deus por que o senhor permitiu isso.
E mais... sonegam impostos, falam mal de suas lideranças, se envolvem com prostituição e pornografia na internet...abandonam a casa de deus e dizem que não precisam da igreja.
E quando são traídos e perdem seu casamento oram: Deus por que o Senhor permitiu isso...
Na verdade Deus não tem nada com isso meu amado/minha amada. Isso são frutos, que andam semeando pelo caminho mal que escolheram. Deus é um Deus Santo. 3 vezes Santo diz o profeta Isaías.(Isaías 6).

Paulo escrevendo aos romanos diz: Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim? Romanos 9:20. Quem somos nós se não um pingo, uma gota de água em um imenso mar. Não devemos nos esquecer que somos criaturas e Ele criador. Ele é Deus, não necessita de nada de nós, a não ser que andemos em seu conselho.
Quer ser uma benção e desfrutar de grandes milagres em sua trajetória com o Senhor.  Veja a promessa que ele faz: Mas, buscai primeiro o reino de Deus... Mateus 6:33.
Porém, alguém diz: Ah... pastor para mim nada dá certo. Eu, porém, utilizo-me das palavras do profeta: Assim diz o Senhor dos Exércitos: (Considerai os vossos caminhos).

Deus nos abençoe.

Pr. Adélcio Ferreira

www.igrejabatistadaprovisao.com.br
São Lourenço - MG
Textos publicados: 99 [ver]
Site: http://www.servoprudente.com.br

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.