Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Aqui se faz, aqui se paga

Este é um ditado popular muito conhecido e muito falado. Mas, de acordo com a Bíblia em inúmeras referências, é depois da morte que a pessoa paga pelo que fez aqui. Entre tantas referências, basta citar Hebreus 9.27 que diz:
"E como está determinado que os homens morram só uma vez, e depois disso vem o julgamento".

Aqui nesta terra vale tudo, se a pessoa tem dinheiro pode cometer os crimes que quiser que não irá preso e se for detido certamente um advogado o tira da prisão. Portanto, o rico, com raríssimas exceções, vai preso. E quando vai preso fica numa sala especial com direito a toda mordomia, como acontece com o ex presidente Lula.

Aqui é assim: manda a lei do mais forte. E o mais forte é quem detém milhões de reais, como é o caso do citado ex-presidente. Se as pessoas que fazem mal pagassem aqui eu imagino a situação de certos políticos, alguns passaram décadas roubando o suado salário do trabalhador e engordaram as suas contas até não caber mais aqui e terem que mandar o dinheiro para o exterior.

É depois da morte que o caldo azeda, como se diz lá em Minas. Aqui dá-se um jeito e fica o dito pelo não dito. Eu quero ver quando chegar diante do Justo Juiz. E isto é só uma questão de tempo. Esta é a chamada "Lei do retorno": Aqui se faz, aqui se paga, ou seja, mais dias, menos dias a pessoa paga pelo que cometeu, pelo mal que causou, pelas burradas que fez, pelo que causou ao seu semelhante, pelo prejuízo que causou ao Pais através das falcatruas que acumulou ao longo dos anos.

Se assim fosse até que seria tranquilo. A pessoa limpava a sua ficha aqui e depois ia pro descanso em paz e de consciência tranquila e ia receber o "bem vindo" do Mestre: "Vinde benditos de meu Pai, possuí o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Afinal, todo mal que a pessoa cometeu foi pago aqui em vida em suaves prestações mensais. Mas não é isto que diz a Bíblia, crendo ou não crendo nela, ela é a Palavra de Deus, autenticada pelo seu autor. E ela fala de um juízo, ou julgamento ao qual todos se submeterão após a morte, diante de um reto juiz, pois todos terão que prestar contas do que fizeram através do corpo.

Não me perguntem como será este julgamento, as suas regras, sua forma e o seu conteúdo. Deus tem o Seu Livro, os seus capítulos, questões, decisões, exigências, pertinências, regras e conclusões. Ele é justo e dará a cada um o que este merece. Essa história de que aqui se faz, aqui se paga, é uma forma de tentar fugir da lei, da justiça divina. Jesus quando aqui esteve falou de Seu reino, da justiça e do juízo, alertou sobre a necessidade de viver uma vida justa e pia diante de Deus e dos homens.

Em Lucas 16, a partir do versículo 19 a 31 ele contou a parábola do rico e Lázaro onde ele mostra que a prosperidade do rico não foi suficiente para lhe dar um bom lugar após a morte e a miséria de Lázaro não o acompanhou após a morte. O que a pessoa leva após a morte são as sua obras, sejam elas boas ou más. Aqui na terra o rico tinha tudo, mas depois ele sofreu ao ponto de pedir a Abraão que mandasse Lázaro para o ajudar, para o refrescar a sua língua, pois ele se achava em chamas. Enquanto isto, Lázaro, que fora mendigo na terra estava descansando no seio de Abraão. Que contraste! Por esta parábola notamos que as pessoas vão pagar após a morte e não nesta vida.

Aqui vale tudo, vemos muitos ricos insensatos e maus que cometem crimes e nem vão presos, pois são beneficiados pela justiça dos homens. O que vemos nesta terra é de estarrecer. A injustiça corre solta, a ideologia política dita as normas e os procedimentos de pessoas que deveriam ser justas, mas seguem as suas ideologias e praticam a injustiça todos os dias. Enfim, é tudo contraditório, mas diante de Deus finalmente prevalecerá a justiça divina e esta não falha. Afinal, Deus sabe o que faz e a ele pertence a justiça e o juízo e ele dará a cada um a sua recompensa, segundo as suas obras.
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 463 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.