Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

A torre de lego e minha espiritualidade

A paternidade tem sido uma escola maravilhosa para a minha maturidade. O amor mútuo é lindo e muito sincero. Sincero como o amor de uma criança. Com meu filho tenho aprendido coisas sensacionais, e a cada momento em que vou brincar com ele, saio com uma lição e as reflexões ficam reverberando em minha mente.

Dia desses brincando de Lego, que é uma das brincadeiras que ele mais gosta, ele queria que eu construísse uma torre "gandona"- leia-se grandona- do tamanho dele. Ele não é tão alto, mas fui lá construir a torre, e logo ele quis tirar uma foto com a torre, e fez o famoso "xis". Construí a torre sem muita estrutura, e claro ela caiu, pois não tinha sustentação. Ele como criança queria uma torre construída de forma rápida, e não deu tempo para fazer a sustentação. Ele queria o prazer de ver a torre do seu tamanho.

Com a queda da torre, o papai teve que reconstruir e ali fiquei meditando e pensando na sabedoria bíblica que nos ensina que há tempo par tudo, tempo "para nascer e morrer". Tempo de construir e desconstruir. A vida é assim mesmo, ora estamos construindo, ora descontruindo conceitos errôneos que acumulamos ao longo dos dias. Construir e desconstruir faz parte da nossa caminhada pela vida. É complicado não ter nada para desconstruir e nada para construir. A beleza da vida e o grande desafio está nesse processo, que está dentro da perspectiva do tempo, de construir e desconstruir.

A vida "exige" de nós essa habilidade de ver algumas situações ruírem, mas com fé e resiliência voltar a reconstruir o que desabou, a reformar o que construímos e construir o que ainda é necessário. É claro que se a construção for na rocha não ruirá, e que para não passarmos vergonha como nos ensinou Jesus, precisamos ter todos os a recursos para construir uma torre. Torre construída, mas sem acabamento é motivo de vergonha. Torre no papel também é motivo de vergonha, porque é um plano que está no processo de procrastinação.

As vezes penso que a vida é assim mesmo, um processo de construção e desconstrução. Ora estamos construindo novos conceitos e construindo sonhos, ora estamos desconstruindo velhos conceitos e sonhos ridículos. A maturidade vai chegando aos poucos e com os dias vamos aprendendo que a beleza da vida é a chance que Deus nos dá de poder reconstruir nossas vidas e contar com a novidade de vida que só o evangelho nos oferece. Montando a torre de Lego com meu filho aprendi e ainda estou refletindo que há muitas coisas dentro de mim que preciso desconstruir, pedir perdão, rever conceitos, demolir pensamentos e traumas, mas também preciso ter a esperança que o evangelho nos fala, de que "Deus está fazendo novas todas as coisas". Nesses dias que antecede o dia das crianças eu aprendi que preciso ser como meu filho que tem muita paciência e se alegra ao levantar uma torre e não se abala quando ela cai. Penso que quando desfrutamos de vitórias na vida e o que fizemos permanece validando nossa fé os méritos são do Senhor, mas quando "nossas torres" caem a culpa é nossa. Peço que Deus me dê fé, sabedoria e resiliência para me levantar diante dos fracassos e insucessos a procura da perfeição e da excelência da construção, lembrando que quando somos fracos aí é que somos fortes, como nos ensina as Escrituras.

Preciso construir muita coisa e desconstruir tantas outras. Isso aprendi brincando com meu filho. Aprendi com uma criança a ser criança como Jesus nos ensinou. É bom ser criança, pois ser criança é estar aberto a aprendizados novos a todo instante e todo dia. Vou ali, brincar de Lego para estar com meu filho e para ouvir o que Deus tem a me falar no cotidiano da vida. Brinque com uma criança e abra-se para o aprendizado, pois sempre há lições incríveis diante de uma criança. Seja criança.
Bauru - SP
Textos publicados: 23 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.