Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

A parábola da dracma perdida

Dracma é uma moeda graga de prata com valor equivalente a diária de um trabalhador.
Em Lucas 15; Jesus conta três parábolas que expressavam uma só Verdade. O cenário era uma aula ao ar livre:

Todos os publicanos e "pecadores" estavam se reunindo para ouvi-lo. Mas os fariseus e os mestres da lei o criticavam: "Este homem recebe pecadores e come com eles". Lucas 15:1-2

Publicanos eram corruptos coletores de impostos, e pecadores eram pessoas imorais, podiam ser prostitutas, leprosos, mancos, cegos, miseráveis, dentre outros. Os Fariseus religiosos criticaram Jesusb e se achavam acima daquelas pessoas. Então Jesus usa estas parábolas para mostrar o que estava acontecendo ali.

A parábola da Dracma perdida era parecida com a da ovelha perdida; donos de rebanhos de ovelhas e mulheres trabalhadoras eram situações do cotidiano, algo que obviamente qualquer um deles faria pois uma ovelha rende lã e uma dracma é um dia de trabalho. Ninguém quer perder algo precioso. Da mesma forma Jesus estava procurando pecadores perdidos. Quem não se reconhece como pecador não vai se reconhecer perdido, e como será achado? Essa éra a lição para os Fariseus; voltem como o filho pródigo que Deus já está esperando e correrá ao nosso encontro primeiro.
O interessante é das 2 primeiras parábolas é que a fala da Graça, semelhantemente Deus envoiu a luz que é Jesus para achar dracmas perdidas, pois Ele vê como algo especial, Ele nos ama, e se alegram os céus quando um pecador é salvo.
É como se Jesus tivesse mostrando que os Fariseus tinham seu negócios; ovelhas, lã, dracmas, salários e trabalho. E naquele momento o fato de ter publicanos e pecadores ouvindo Jesus, eram os negócios de Deus, Deus estava trabalhando, salvando.

"Ou, qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la?

E quando a encontra, reúne suas amigas e vizinhas e diz: ‘Alegrem-se comigo, pois encontrei minha moeda perdida’.

Eu lhes digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende". Lucas 15:8-10

Eu lhes digo que, da mesma forma, haverá mais alegria no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não precisam arrepender-se". Lucas 15:7

Jesus comendo com pecadores é Deus salvando, trabalhando, pois Ele sempre trabalha, e até hoje. Mas quando Jesus foi enviado à terra era Deus arregaçando as mangas, como se fosse (Agora vou cumprir a jornada de trabalho que voces nao podem aguentar, Justiça para salvar).

Cantem juntamente de alegria, vocês, ruínas de Jerusalém, pois o Senhor consolou o seu povo, ele resgatou Jerusalém.

O Senhor desnudará seu santo braço à vista de todas as nações, e todos os confins da terra verão a salvação de nosso Deus. Isaías 52:9-10

Estamos no mundo mas não somos dele, ainda precisamos de arrependimento, mas depois que conhecemos Cristo, somos dracmas achadas por Ele.

Glória à Deus pela Graça e Paz de Cristo na comunhão do Espírito Santo.
Rio De Janeiro - RJ
Textos publicados: 101 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.