Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

O último pôr-do-sol de 2008

Se o tempo existe e é inflexível, não se pode menosprezar o ritual reservado para o dia 31 de dezembro de cada ano, quando, quer tomemos conhecimento ou não, subimos mais um degrau ou viramos mais uma página da história. Na verdade, esse ritual é muito mais amiúde. Ele acontece a cada pôr-do-sol.

Sob o ponto de vista secular, a cada dia que passa mais nos distanciamos do dia do nascimento e mais nos aproximamos do dia da morte. Sob o ponto de vista cristão, a cada dia que passa mais nos distanciamos do paraíso perdido e mais nos aproximamos do paraíso recuperado. Temos que levar muito a sério que a nossa história não fica comprimida entre a vida e a morte.

Os dois pontos de vista são contrários entre si e estamos totalmente livres para abraçar um ou outro. Mas, há de se ouvir que o ponto de vista secular oculta a verdade e gera transtornos de toda ordem. Fazemos uma resistência desnecessária e inglória às coisas do espírito. É preciso romper corajosamente e sem demora com essa cegueira doentia e atravancadora de nossa felicidade. Sob o ponto de vista cristão, cada pôr-do-sol indica que "o momento de sermos salvos está mais perto agora do que quando começamos a crer" (Rm 13.11, NTLH). Em outras palavras, a longa noite de pecado, sofrimento e morte está terminando e a manhã de glória está chegando. É essa a linguagem que Paulo usa ao falar sobre a marcha inexorável do tempo (Rm 13.12).

Não vamos olhar para 2009 tendo em mente exclusivamente um ano de saúde, de sucesso, de fé, de santidade e de trabalho. Enxerguemos também, pela força das convicções cristãs e da fé, a proximidade maior da plenitude da glória, pois "os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória por vir a ser revelada em nós" (Rm 8.18).


Leia o livro
• A Bíblia Toda, o Ano Todo, John Stott
• O Conhecimento de Deus ao Longo do Ano, J. I. Packer

Para receber a revista Ultimato em sua casa, assine aqui.
Diretor-fundador da Editora Ultimato e redator da revista Ultimato, Elben César é autor de, entre outros, Mochila nas Costas e Diário na Mão, Para Melhor Enfrentar o SofrimentoConversas com Lutero, Refeições Diárias com os Profetas Menores, A Pessoa Mais Importante do Mundo, História da Evangelização do Brasil e Práticas Devocionais. Ex-presidente da Associação de Missões do Terceiro Mundo e fundador do Centro Evangélico de Missões, do qual é presidente de honra, é também jornalista e pastor emérito da Igreja Presbiteriana de Viçosa.
  • Textos publicados: 103 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.