Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Campanha mobiliza cristãos contra voto de “cabresto” em igrejas

A campanha “Fale contra o voto de cajado”, que teve início por meio das redes sociais na quarta-feira, 22 de agosto, já ganhou no mesmo dia a adesão e apoio de milhares de internautas. A iniciativa partiu da Rede Fale, rede cristã de pessoas que oram e agem contra a injustiça em nosso país e no mundo.
 
A proposta da campanha, segundo os idealizadores, é promover a discussão sobre a participação política dos evangélicos nas eleições e estimular a reflexão sobre o tema. “O papel dessa campanha é qualificar a participação da igreja evangélica na vida pública brasileira que hoje tem a imagem chagada por tantos escândalos que envergonham o testemunho cristão em nosso país, ocasionado pelo mau uso da influência de alguns líderes religiosos”, afirma o secretário nacional de mobilização do Fale, Caio Marçal.
 
Além de debater, a campanha também convida os cristãos a se posicionarem e orarem a favor de uma participação consciente do evangélico nas eleições de 2012. “Queremos chamar os cristãos para a oração, para que esse tipo de abuso espiritual cesse e, assim, possamos resgatar o real sentido de uma fé bíblica e transformadora”, acrescenta Caio.
 
Foi uma notícia publicada no jornal carioca O Globo de 19 de março deste ano que gerou o incômodo, sete meses antes das eleições. A matéria ressaltava o protagonismo do voto evangélico no pleito de 2012 e descrevia como os até então quatro pré-candidatos à prefeitura da cidade do Rio de Janeiro buscariam apoio: se aliando às lideranças das igrejas. “Naquele momento, ficou claro que o voto dos evangélicos é encarado como um componente decisivo nas eleições em nosso país e, pior, um componente negociado e manipulado por diversos interesses políticos, como um segmento qualquer”, relata um dos integrantes da Rede Fale do Rio de Janeiro, Filipe Degani.
 
A escolha pela web como principal espaço para veiculação do material da campanha se deu pela facilidade que a ferramenta proporciona. O grupo pretende organizar debates na cidade do Rio e na Baixada Fluminense até o dia do pleito, além de buscar participar ativamente de programações que levantem a discussão do papel político dos evangélicos. “Tomar parte na vida política não é fácil, muito menos em época de eleições. Resolvemos seguir o caminho da provocação, através de imagens críticas ao voto de cajado espalhadas pela web, de rodas de diálogo sobre participação política nas urnas e para além delas...” afirma um dos membros da articulação nacional do Fale, Pedro Grabois. 
 
O grupo sabe que é difícil mensurar o resultado prático da campanha e quantas pessoas serão, de fato, atingidas pela mensagem. Independente disto, segundo Pedro, a própria mobilização em si já é uma iniciativa a ser considerada. “É bom ver a garotada da rede nessa mobilização, chamando a atenção para um problema real, mas complexo. Quem ou o que orienta o seu e o meu voto? Sei que são a fome e a sede de justiça que nos move”, afirma.
 
Com informações de Bruno Dias
 
Leia mais
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 971 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.