Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Por Escrito

Um poema para o Dia Internacional da Paz

Por Jénerson Alves

A paz já serviu de tema
Pra livros, canções, discursos,
Pra campanhas, pra concursos,
Pro teatro, pro cinema...
Mesmo singelo, um poema
Peço a Deus, o Pai dos pais,
Pra, com dotes divinais,
Me enviar Santa graça
E, sob Sua bênção, eu faça
Um poema para a Paz.
 
É que a Paz é atributo
Que mil tributos merece.
Sempre que cuida, ela cresce,
Quando brota, bota fruto.
Quando parte, deixa luto,
Quando fica, traz encantos.
Inspira cânticos nos cantos
Que repousa sobre as vidas.
Três letras que, reunidas,
Gera risos, limpa prantos.
 
Parece etérea Princesa
Ornada de ouro e prata,
Com voz que, em serenata,
Emoldura-se em beleza.
Onde pisou a Tristeza,
Trazendo dores e ais,
A Paz chegando só traz
Aroma célico em seu véu,
Que, com lampejos do céu,
Veste de calma os mortais.
 
A Paz, que por sobre a terra,
Às vezes o povo pensa
Que é somente a diferença
Do tempo que não tem guerra.
Há quem ache que a Paz erra,
Já que o mundo tem terror,
Ódio, choro, mágoa e dor,
Mas já me disse um vizir:
“A Paz só pode existir 
Perto da Fé e do Amor”.
 
Em vários estudos meus
Sobre Paz, Amor e Fé,
Eu percebi que a Paz é
Uma das filhas de Deus.
‘Tá no livro de Mateus
Que Jesus disse em sermão:
“Felizes sempre serão
Os promotores da paz,
Com luzes angelicais
Filhos de Deus os tais são”.
 
A Paz parece uma aurora
Que a luz eclode do centro:
Não vem de fora pra dentro,
Mas vem de dentro pra fora.
No local onde ela mora,
A Fé também tem seu leito,
O Amor encontra eito
Pra semear grãos de afeto,
E é fato que neste teto
Viver é quase perfeito!
 
É remédio pra ferida
De um coração machucado,
Em cada afago doado,
Que a glória de Deus dá vida.
Como dádiva recebida,
Quem vida tem vida traz;
Só tem o bem quem bem faz,
Quem faz o bem só traz bem
E transforma a vida em
Um poema para a Paz.
 
• Jénerson Alves é jornalista, membro da Igreja Batista Emanuel em Caruaru (PE) e presidente da Academia Caruaruense de Literatura de Cordel (ACLC). Escreve cordéis para o blog Paralelo 10.

>> Conheça o livro Antologia de Poetas Evangélicos, de Ebenézer Soares Ferreira
 

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Por Escrito

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.