Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Ah, o Sistema...

Que tempo maravilhoso vivemos. Um mundo sem fronteiras, onde ágeis e eficientes meios de transportes interagem com a comunicação global e instantânea, que fez da terra um planeta menor. É hora de despertar, sair pelo mundo (pela rede, mesmo) e interagir com todos os crentes em Cristo.

Aquele que foi instruído na Lei de Moisés, profundo conhecedor das Escrituras, trouxe à luz a questão do Novo Homem. Este que não é um conceito religioso, mas uma verdade que completou as Escrituras (Cl 1:25), claramente exposto em Efésios e Colossenses.

O Novo Homem é a esfera onde conceitos, cultura e peculiaridades não tem lugar, pois Cristo é tudo e em todos. Contudo, a cristandade continua criando organismos para fundamentarem sua unidade, sendo que Paulo já explicitou o que nem Inácio de Antioquia, ao propor o sistema clerical, deu relevância. Que lamentável, o sistema, insiste em espalhar o que Deus quis ajuntar.

Robinson Cavalcante, num artigo da década de 1990, mencionou que é preciso abandonar os óculos do sistema, mesmo que positivamente mostre a pluralidade, pois, negativamente divide os cristãos. O que fraciona não é o ensinamento apostólico, mas as minúcias conceituais.

A questão é: quantos se interessam, em pleno século 21, a não se perpetuarem nos seus próprios nichos? A unidade não é uniformização, doutrinação. Por isso Paulo afirma aos efésios que a Igreja é o Corpo de Cristo, e aos colossenses afirma que esse corpo tem uma pessoa. Defunto é um corpo, mas não tem pessoa. A pessoa da Igreja atende pelo nome do Cristo Vivo.

Os mordomos da Graça, que são os líderes e mestres, devem abrir os mistérios (1Co 4) que já foram revelados: Cristo é o mistério de Deus (Cl 2:2) e a Igreja é o mistério de Cristo (Ef 3:4) e o mistério da Igreja é o Novo Homem (Ef 4:24). O tempo urge! O Noivo precisa voltar.

O que divide os cristãos: o saber filosófico, os conceitos e preconceitos, as classes sociais, as peculiaridades culturais, entre outras coisas. Todas elas contrastam com Colossenses 3:10,11. Concluindo, qual é a riqueza da glória do mistério revelado? Cristo em cada crente. É um fato comprovado em 1:27. Mas a pergunta, subjetiva e sofrível, que não quer se calar: por quê?!

Quanto aos mordomos, os despenseiros (1Co 4), devem ser aqueles que distribuem o divino suprimento, pois, se cada crente tem Jesus em seu espírito, porque o cristianismo é o que é? As respostas estão explicitadas no artigo, dentro da visão desta editora, que sempre foi inclusiva.
Goiânia - GO
Textos publicados: 76 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.