Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Artigo publicado em resposta a Salmo mais perigoso que o 91?

Agitação? – Age, tá, sã!!!

Ele não usou armas carnais, que seriam até animais. Mas, foi para algo mais. Vejamos como se deu tudo.

1 - Vida na Devoção Individual


Davi, no desconforto da espera de 5 anos para assumir o trono que era dele, numa das belas orações desse intervalo indesejável, escreveu o Sl 5.

O grande guerreiro, ao invés de usar armas humanas e carnais, usou as divinas e espirituais, que é a oração e a vida e a espera que a seguem.

Os versículos 1 e 2, num paralelismo – uma fórmula no dizer em duas formas de fazê-lo –, falam do clamor a Deus. No versículo 1, gemido: “A palavra hebraica implica em uma espécie de sussurro, de fala quase inaudível, como o que acompanharia a memorização ou uma reflexão” (Bíblia de Estudos de Genebra, página 617). Isso reporta ao Sl 1.2, pois, aqui, a palavra meditar “reflete falando consigo mesmo” (Bíblia de Genebra, pág. 615). Idem, de Js 1.8 – Meditar é “Ponderar, pensar; uma atividade que envolve leitura e repetição da Palavra a meia-voz (Sl 1:2). Note-se que a Lei já estava escrita naquela ocasião e já era vista como autoridade definitiva.” (A Bíblia Anotada, p. 287). João Calvino, comentando o vers. 3, afirma: “Por estas palavras se vê claro que nossas orações são vãs e sem efeito algum, se não vão unidas a esperança, desde a qual, como desde uma atalaia, tranquilamente esperamos no Senhor”.

2 - Vida na Atuação Social

Dos versículos 4 a 11, Davi mostra o confronto que estava tendo com aqueles que o perseguiam. Inclusive, Saul, que deveria ter deixado o trono, e que tentava um jeito de matá-lo, via outros e covardemente, prometendo-lhe uma de suas filhas e dando-a a outrem homem (1 Sm 18.10-13).

Calvino, nas Institutas, tradução espanhola, cotejada pela erudita portuguesa do Dr. Waldir Carvalho Luz, afirma do v. 7: “mui atinadamente [“conveninentemente”] une o atrevimento [ousadia”] da fé quando se apóia na misericórdia de Deus, com um santo e religioso temor, que necessariamente há de apoderar-se de nós cada vez que, comparecendo ante o acatamento da divina majestade, compreendemos por sua claridade quando grande é nossa sujidade [indignidade”] e impureza”.

Nos vv. 8s., Davi quer diferir dos ímpios, e, punições para eles; e, no v. 10, na Nova Versão Internacional, planos são maquinações.

3 - Vida na Superação Espiritual

Nos vv. 11s vemos que quem segue/serve a Deus tem tudo melhor.

Particularmente, no v. 12, a palavra escudo, no Hebraico, é tsinnah – “escudo grande e longo, apropriado para o uso por parte de uma pessoa de estatura gigantesca (I Sam. 17.7,14). Esse escudo visava proteger o corpo inteiro do soldado, pelo que é devidamente referido como símbolo da completa proteção oferecida aos homens bons. Lutero, quando enfrentava tribulações em Augusburgo, onde recebia a proteção do [...] eleitor da Saxônia, ao ser indagado sobre quem o protegeria se o eleitor o abandonasse, replicou: ´O escudo do céu´.” (Dr. Champlin).

Com Deus, superamos tudo, bem seguramente...

Busquemos tais devoções! Tudo sem carnais confrontações!! Deus tem o melhor para superações!!!


(Tripas / tri-Paz – 357).
Governador Valadares - MG
Textos publicados: 126 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta