Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

A revelação da besta (666) para nossos dias - parte2

Continuidade da parte 1...

com cancelamentos virtuais, é a INTERNET.

Mas essa segunda besta (internet), possui dois chifres que parecem cordeiros, mas que falam como dragão. E a internet, assim como a primeira besta, também possui dois fundamentos que dão base para a sua existência que, a princípio, foram desenvolvidos sem um caráter dominador e totalmente inofensivos a sociedade, simplesmente para modernizar nossa forma de trabalho e melhorar a vida de todos com novas profissões e novos conhecimentos a serem adquiridos e compartilhados para um bem comum, que são a tecnologia e o mundo virtual (dois chifres).

Esses dois fundamentos (dois chifres) surgiram da expansão do conhecimento humano como resultado de muito trabalho e pesquisas científicas em prol da sociedade, mas que, hoje, esses dois fundamentos, praticamente ganharam vida própria e não são mais eles que precisam de nós para a sua existência, somos nós que precisamos e dependemos da tecnologia e do mundo virtual para a nossa própria sobrevivência, como profissionais e como pessoas da sociedade moderna, porque essas duas forças não param mais de evoluir, e com inteligências artificiais, robôs virtuais, nos monitoram, investigam a nossa vida e a nossa intimidade, conhecem o nosso perfil individual e não mais sugerem algo que possamos querer ou comprar, mas nos induzem a tomar decisões. E praticamente todas as pessoas, todas as empresas, todos os órgãos governamentais já migraram para a rede, e só se relacionam conosco por meio de aplicativos, cadastros virtuais e atendimentos automatizados.

"Exercia toda a autoridade da primeira besta, em nome dela, e fazia a terra e seus habitantes adorarem a primeira besta, cujo ferimento mortal havia sido curado" v.12

Quando o texto começa afirmando que a segunda besta exercia toda autoridade da primeira besta, e tudo fazia em nome dela, é porque esta segunda besta (internet) remodelou o sistema econômico mundial, transportando todos os elementos do mundo real limitado para um mundo virtual ilimitado, onde uma loja do mundo físico que precisa de milhares de reais somente para se manter aberta com um custo prateleira altíssimo, com diversos produtos em exposição, apenas para os clientes olharem os produtos, agora, tudo foi digitalizado e virtualizado. Na internet, uma loja virtual pode ter milhares de produtos em exposição sem custo prateleira algum, porque tudo não passa de imagens, esta loja não precisa de vendedores humanos, e vende 24h por dia, de domingo a domingo, para clientes em qualquer parte do mundo.

Essa nova forma de economia implantada pela segunda besta (internet), trouxe muitas alegrias aos povos de todas as nações, porque agora, nessa nova forma de economia, muitas regras do mundo real foram quebradas, todo dia nasce um novo youtuber milionário, não importa a idade, de criança a idoso, não importa o nível de escolaridade ou títulos acadêmicos. Pessoas que ficam ricas gravando vídeo dentro de casa, sejam de cursos, vídeos eróticos, palestras, apresentação de jornal, pessoas que não têm títulos de jornalistas e escrevem sobre tudo, milhares de infoprodutos escaláveis que são lançados todos os dias para venda, por tempo indeterminado, criando novos milionários e novas formas de ganhar dinheiro e de se enriquecer.

Todos adoram essa nova forma de economia que, na verdade, é a mesma economia antiga que é a base da primeira besta, aquela que foi ferida de morte em uma das suas cabeças no passado, porém, agora, foi remodelada pela segunda besta (internet) "cem" vezes melhor, mais facilitada e mais acessível. Não tem como alguém odiar algo que pode lhe tornar milionário e famoso da noite para o dia, onde não preciso mais ficar em uma fila para receber dinheiro ou pagar conta em um banco, ou em uma casa lotérica, na verdade, não precisamos nem ter dinheiro no bolso para pagar uma conta, basta um celular (tecnologia) na mão com os aplicativos (mundo virtual) certos e habilitados a internet, é claro!

"E realizava grandes sinais, chegando a fazer descer fogo do céu à terra, à vista dos homens" v.13

O Mundo virtual da internet não tem limites, nele tudo pode acontecer. Fazer grandes sinais no mundo virtual, com softwares, câmeras, equipamento de transmissão e inteligências artificiais (IA) é como tirar doce de uma criança, em segundos se pode transmitir uma guerra ao vivo de qualquer parte do mundo, ou fazer um pronunciamento oficial mundial a todas as nações instantaneamente, assim como simular até a descida de Jesus Cristo a terra com transmissão ao vivo, como se tudo fosse verdade, mas não passa de um programa de computador com IA. Na internet, tudo pode ser simulado, criado, reinventado e até enganado, para isso existe a realidade virtual (RV), realidade aumentada (RA), realidade híbrida (RH), agora o metaverso, o código de validação NFT, Blockchain, entre outras tecnologias que fazem milagres a olhos nus.

Segue na parte 3
Manaus - AM
Textos publicados: 25 [ver]
Site: http://registrocientifico.blogspot.com/
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.