Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

Ultimato no Som do Céu, ao lado de muitos outros

“Os cinquenta anos da Ultimato são a soma de várias histórias de muitos amigos”. A declaração da psicóloga Juliana Berger, na manhã de terça-feira (03/04) durante uma dinâmica de grupo com a equipe Ultimato, está expressa em outras palavras na declaração de missão da editora: “Ao lado de muitos outros...”. Quem esteve no Som do Céu 2018 pôde perceber essa característica colaborativa de Ultimato conhecendo um pouco da história construída a muitas mãos.

Na tarde de sexta-feira, dia que o Som do Céu dedicou para comemorar os 50 anos de Ultimato, aconteceu um bate-papo com provocações e muitas inquietações, sobre a igreja, a cultura, a política. À mesa, gente que tem anos de experiência com publicações, comunicação, música e pastoreio: Carlinhos Veiga, mediador da conversa, fez um apanhado de alguns dos principais acontecimentos da década de 60;
Guilherme Kerr expressou seu compromisso pessoal de continuar fazendo música juntando letra bíblica e poesia; Vavá Rodrigues indagou o público: “O que podemos fazer a partir do que outros já fizeram e o fizeram bem feito?”; Gladir Cabral convidou os presentes a refletir sobre que tipo de gente a nossa teologia, o nosso discurso e a nossa igreja constroem; 
Marcos Bontempo e Klênia Fassoni, representando Ultimato, falaram da atemporalidade do conteúdo da revista, legado de seu fundador, o pastor Elben César. Marcelo Gualberto, comentando sobre a igreja evangélica brasileira, foi enfático: “A igreja evangélica cometeu um crime. Tiramos a Bíblia do centro. E estamos pagando um preço alto por isso. Temos uma igreja que virou campo missionário, uma igreja que não é convertida. Temos um evangelho sem arrependimento, sem cruz. Agora nossa missão é trazer a Bíblia de volta para o centro”.

Ao final da conversa, após a fala dos painelistas e muitos questionamentos sobre como podemos responder às difíceis questões de nosso tempo, todos foram surpreendidos com o depoimento de um dos presentes. Gustavo, um garoto de doze anos pediu a palavra e disparou: “Estou muito grato por está aqui, por ouvir essas palavras e essas músicas que vocês não fazem só pra vender, mas para servir a Deus. Continuem fazendo música boa para influenciar não só a mim, mas aos meus amigos e à toda minha geração”.

Na parte da noite, Marcelo Gualberto levou Marcos Bontempo e Klênia Fassoni ao sofá do talkshow Som do Céu para contar um pouco da história e episódios que marcaram os cinquenta anos de existência da Ultimato. O ponto alto da festa foi a homenagem musical ao pastor Elben César e à Ultimato. Com vocês, Carlinhos Veiga e Gladir Cabral cantando “Ultimato” e “Mineiro com Cara de Matuto”:

Música Ultimato



Confira a letra da música Ultimato, de Gladir Cabral

A palavra rabiscada nas paredes da memória
Como pedra preciosa nas montanhas das Gerais
É uma luz amena e bela para noite tão sombria
Fonte rara de alegria, pensamento, amor e paz.

A palavra é um poema e um poema é como um ato
Como um gesto, um ultimato, um chamamento pra pensar
Narrativa sempre nova nas veredas tão antigas
E as belezas escondidas ao alcance do olhar.

A palavra é uma semente no alforje do artista,
O bordão de um repentista que não para de dizer
Que é preciso dar resposta à pergunta que não cala
A essa voz que ainda fala e nos convida a viver.

Música – Mineiro com Cara de Matuto


Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1062 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.