Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Organização cristã e parceiros desenvolvem projeto de agroecologia para gerar renda e transformar comunidade no semiárido

Por Phelipe Reis

Vinte e cinco alunos receberam o diploma de formatura da primeira turma do curso Quintais Agroecológicos da Escola Beta, iniciativa que tem como objetivo promover agricultura familiar adaptada ao semiárido, possibilitar geração de renda e garantir soberania alimentar às famílias da comunidade. O projeto é desenvolvido pelo Instituto Novo Sertão, em parceria com BetaLab e Bora Permaculturar, no município de Betânia do Piauí, no interior do estado do Piauí.

A coordenadora pedagógica do projeto, Karla Fernanda, explica que o baixo índice de IDH do município, a alta porcentagem de pobreza e a pouca produção de alimentos foram alguns dos fatores que impulsionaram a implantação da Escola Beta, para proporcionar aprendizagem de qualidade e empoderamento local.

O curso teve duração de quatro meses, com aulas teóricas e parte prática no quintal modelo da escola. “As técnicas desenvolvidas consistem em práticas agroecológicas contextualizadas com o semiárido brasileiro, com foco em maior economia de água considerando a escassez da mesma na região.”, comenta a coordenadora.

A criação de cabras para regenerar a caatinga foi um dos tópicos estudados pelos alunos da escola. “Diferentemente das ovelhas, que é preciso desmatar para plantar capim, as cabras gostam de viver na mata. Então, a gente planta árvore para que elas comam as folhas das árvores. Assim, produzimos abundância com as cabras e regeneramos a caatinga”, explica o João Lotufo, coordenador técnico da Escola Beta.

A coordenadora Karla Fernanda avalia de forma positiva o início do projeto e fala dos frutos: “Estamos muito felizes com essa experiência. Formamos 25 alunos: homens, mulheres e adolescentes que responderam muito bem a aprendizagem. Criamos uma rede de apoio ao comércio de excedentes produzidos por nossos alunos que depois que implementaram as técnicas aprendidas na escola em seus quintais já testemunhamos mudanças alimentares e renda complementar.”

As sementes do Instituto Novo Sertão foram lançadas em 2012 com ações emergenciais de distribuição de água, doação de roupas e alimentos para pessoas em situação de extrema pobreza na cidade de Betânia do Piauí. Com o passar do tempo, a fim de ir além do atendimento emergencial, amigos e parceiros que tinham em comum o desejo de ver o sertão transformado se uniram e formalizaram o Instituto Novo Sertão. Além da Escola Beta, o instituto desenvolve projetos na área de arte e cultura, educação e esporte e ação social.
É natural do Amazonas, casado com Luíze e pai da Elis e do Joaquim. Graduado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e mestre em Missiologia no Centro Evangélico de Missões (CEM). É missionário e colaborador do Portal Ultimato.
  • Textos publicados: 128 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.