Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

ONG cristã socorre famílias asiáticas em meio à pandemia

Igreja em Ação
Por Phelipe Reis
 
Cerca de mil famílias na região sul da Ásia estão sendo atendidas com alimentos pelo Programa SOS Covid-19, da AME – SOS Global. Com a suspensão dos projetos da organização, devido a pandemia do coronavírus, a coordenação decidiu doar alimentos para as crianças atendidas nos projetos, como forma de compensar a falta das refeições que as crianças receberiam em circunstâncias normais.
 
A missionária Margaretha Adiwardana, presidente da AME, explica a atuação da organização: “Entendemos que em crises e catástrofes, os que sofrem – não importando sua crença, fé e religião – precisam e esperam pela ação de misericórdia da Igreja. No caso da pandemia da Covid-19, é preciso suprir as pessoas de alimento o que, frequentemente, e acaba aliviando o sofrimento emocional e psicológico da humilhação de passar fome, a angústia de ver os filhos sem ter o que comer e da perda de respeito próprio quando se espera ajuda de alguma parte e ela não vem. Não poucas vezes, ao receber as doações, as pessoas choram de gratidão, oram para abençoar e veem, sim, o amor de Deus ao serem providas em suas necessidades mais básicas para sobreviver”.
 
Além de suprir necessidades básicas, os parceiros que participam diretamente destas iniciativas têm encontrado oportunidades para compartilhar o evangelho. “Pela graça de Deus, no processo de compra de alimentos, vendedores acabam doando alguns itens, conversas levam à conversão e alguns aceitam a Jesus em lugares onde, numa situação normal, eles não aceitariam nem mesmo ouvir o evangelho. Há três anos temos orado pedindo ao Senhor oportunidade para entrar numa região que atendemos durante uma catástrofe. Recentemente, uma parceira local pediu nossa ajuda para distribuir alimentos a 366 crianças nessa região. Graças à doação de um parceiro internacional, conseguimos beneficiar 450 famílias”, relata Margaretha.
 
Os recursos para as doações têm vindo de parceiros nacionais e internacionais, incluindo igrejas e famílias brasileiras no Brasil e no Japão e Margaretha conta como têm sido surpreendidos:
 
“Doadores começaram a escrever para perguntar o que a AME – SOS Global estava fazendo durante a crise da covid-19. Explicamos que estávamos distribuindo alimentos básicos para as crianças dos nossos projetos suspensos nos campos. Ofertas começaram a chegar generosamente, e continuam até hoje, no quarto mês da distribuição. Mais do que merenda ou almoço, passamos a entregar alimentos para a família inteira de cada criança. Ampliamos esforços para ajudar projetos e obreiros de outras organizações, obreiros autônomos e familiares dos nossos obreiros locais que estão doentes precisando de tratamento de saúde”.
 
Margaretha expressa sua alegria por ver o evangelho chegando de forma real e concreta a lugares que eram de difícil acesso: “Quando pensávamos que nos restaria apenas fazer atividades e contatos por internet, Deus abriu portas para servir de forma integral. Somos muito gratos ao Senhor pela conversão de algumas pessoas, num local onde quem deixa a religião tradicional é discriminado pela família e pela sociedade. Em pleno isolamento no Brasil e nos campos, o alcance da AME-SOS Global tem sido muito amplo. Numa ilha onde há somente 1% de cristãos entre o povo, estamos ajudando uma igreja local parceira a entregar alimentos básicos para 450 famílias das crianças atendidas pelo projeto. Só Deus para fazer isso”.
 
Mais sobre a AME – SOS Global
 
A visão da Rede SOS Global é demonstrar o amor de Deus em ação e em verdade através do envio de equipes de socorro emergencial nas catástrofes com alto número de vítimas no mundo. O sofrimento causado por grandes catástrofes pode provocar uma crise existencial nas vítimas, que indagam sobre a natureza de Deus. O socorro pode abrir esses corações para as boas novas do evangelho e pode ter continuidade com projetos a médio prazo, como reconstrução e saneamento.
 
Parte das crianças, adolescentes e famílias socorridas pela AME – Rede SOS Global tem algum envolvimento com projetos que antecedem o início da pandemia. O projeto Prata da Casa, por exemplo, acolhe crianças em ilhas isoladas na região sul da Ásia, protegendo-as de serem vendidas por suas famílias, oferecendo-lhes ensino acadêmico e também bíblico, assistência médica e de nutrição. 

Atualizado em 19/7/2020.
 
 
 
É natural do Amazonas, casado com Luíze e pai da Elis e do Joaquim. Graduado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e mestre em Missiologia no Centro Evangélico de Missões (CEM). É missionário e colaborador do Portal Ultimato.
  • Textos publicados: 97 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.