Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

A ordem de Abraão e a ordem de Melquisedeque - parte 2

Este artigo é a complementação do artigo postado anteriormente com o mesmo título, tendo em vista que pela limitação do espaço, não foi possível enviar o artigo completo. Portanto segue a continuidade do mesmo....

Eles achavam que Deus só se manifestava através deles, dos seus sacrifícios, das suas liturgias e das suas leis. No entanto, os profetas pela ordem de Melquisedeque, corriam paralelamente, como um ponto fora da curva, insubmisso ao legalismo sacerdotal, e diziam NÃO! a esta tentativa de controle da fé, porque Deus é Deus, que pode se manifestar através de vocês, apesar de você e até contra vocês.

A fé na ordem de Melquisedeque, é um caminho paralelo, sem templos, sem púlpitos, sem mesa, sem diáconos, sem líderes e sem rabinos. Onde não se consegue apalpar nada, temos que nos satisfazer com o invisível, o abstrato, com o mistério, com o surpreendente. Somente por este caminho que podemos ver a liberdade de Deus para alimentar a fé no coração de pessoas que estão até mesmo fora da religião, que não fazem parte de comunidade, mas nutrem no coração a fé para com o Deus altíssimo, porque foram alcançados não por um pastor, um missionário, um padre, mas quem sabe Deus se manifestou a ele por meio de um sonho ou de uma visão, como no caso de Maria e José. Neste caminho, não tem quatro paredes, mas tem anjos e liberdade divina de falar e agir.

O caminho de Abraão é o caminho do homem, o caminho de Melquisedeque não é o caminho do Homem, é o caminho de Deus. Por isso, nós, seres humanos, só conseguimos andar no caminho de Abraão, guiados por preceitos e dogmas, só Deus anda pelo caminho de Melquisedeque, no máximo que conseguimos ver desse caminho, e apenas de vez em quando, são os rastros por onde ele passou e fez milagres. Então, não se preocupe com os índios, com civilizações perdidas, com pessoas que parecem inatingíveis, porque se dependesse só da descendência de Abraão, não só esses, mas o mundo inteiro estaria perdido.

Agora, por que temos que saber desses dois caminhos? porque se sabemos do Caminho de Abraão e estamos nele, nós caminhamos com o povo de Deus fazendo sempre o nosso melhor dentro de nossas possibilidades no tempo e no espaço em todas oportunidades que tivermos. E se sabemos do caminho de Melquisedeque e de quem anda por ele, nós devemos nos colocar em nosso lugar e não andar arrogantemente no meio do povo de Deus achando que sem mim Deus está perdido. Devemos sempre esperar uma surpresa de Deus, e saber que quando ele fala ide, ele manda ir e pregar o evangelho, mas ao mesmo tempo está falando, não façam o juízo final por mim, porque sou eu que tenho a última palavra.

Portanto, devemos andar no caminho de Abraão sempre com o coração quebrantado, sabendo que existe uma ordem superior, a qual Jesus pertence e que está fora de nosso domínio. Agradecido pelo fato de ele ter se revelado a nós, mas com o coração humilde porque não sabemos a quem mais ele se revelou. Porque ele não precisa dos canais históricos para se revelar a quem quer que seja, ele age na nossa vida que o chamamos pelo seu nome. mas ele tem a liberdade de chamar pelo nome, aqueles que não sabem o nome dele. Só ele pode ser salvador dos que sabem e dos que não sabem de seus caminhos, só ele pode ter ido onde você achava que não tinha ninguém, só ele pode chegar onde você não chegou, só ele pode ter chegado a alguém que você nunca teve peito e nem coragem de enfrentar, mas ele foi lá. Por isso, hoje ele fala a você! faça só a sua parte, mas não queira ser Deus por mim, porque eu vou continuar a ser Deus, onde quer que eu queira ser (FILHO, 1998).

Por Joel S. Barros

Referência:
FILHO, Caio F. D’Araújo. O Jesus histórico e o Jesus Eterno, Ordem de Melquisedeque. 1998. Disponível: encurtador.com.br/qwQ49. Acesso em: 11 mai. 2020.
Manaus - AM
Textos publicados: 22 [ver]
Site: http://registrocientifico.blogspot.com/
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.