Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

A arte e o segundo mandamento

Um antigo ditado mineiro dizia que “mais vale um gosto do que um caminhão de abóbora”. Um jeito matuto de dizer que “gosto não se discute”. No entanto, quando o “gosto” em discussão é sobre arte – música, pintura, artes plásticas, escultura, entre outras – e fé cristã, sobram desavenças.

Não é exagero imaginar que tudo começou com o segundo mandamento: “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra” (Ex 20.4). Trata-se de um prato cheio para os que dizem que a arte é proibida pela Bíblia.

Bem, é preciso continuar a leitura bíblica. Ou, podemos voltar às primeiras páginas do livro de Gênesis, onde, de fato, tudo começou. Por exemplo, com os primeiros artistas: Jubal, “pai de todos os que tocam harpa e flauta” (Gn 4.21); e, Tubalcaim, ”artífice de todo instrumento cortante, de bronze e de ferro” (Gn 4.22).

E, voltando ao livro de Êxodo, podemos ainda encontrar algo, digamos, raro: arte misturada com a manifestação do Espírito Santo. É, aconteceu. A primeira manifestação do “Espírito de Deus” na Bíblia, quem diria, não foi para transformar pedra em pão, curar enfermos ou expulsar demônios. Mas, para criar, produzir arte, pelas mãos de fulano, que era filho de ciclano...: “E o Espírito de Deus o encheu de habilidade, inteligência e conhecimento em todo artifício, e para elaborar desenhos... (Gn 35.31-35).

Enfim, arte é a nossa ênfase no Portal em setembro: “Encontros com Arte” é o nosso tema do mês. Queremos abrir a Bíblia e fazer as perguntas que precisam ser feitas, responder algumas delas e, quem sabe, ajudar o leitor a trabalhar melhor nos diferentes campos da cultura.

Confira os primeiros artigos da campanha:

A Reforma e as artes
História e identidade visual da Aliança Bíblica Universitária

Leia mais:
A Arte Não Precisa de Justificativa
A Arte e a Bíblia
Engolidos Pela Cultura Pop
A Arte Moderna e a Morte de uma Cultura
Ser Evangélico Sem Deixar de Ser Brasileiro
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1008 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.