Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

O imperador e o missionário

Há 141 anos...

D. Pedro II bateu à porta da casa do doutor Robert Reid Kalley, em Petrópolis, RJ, para fazer-lhe uma visita. Kalley, médico, pastor e missionário escocês, doente, não pode recebê-lo. D. Pedro II voltou seis dias depois e permaneceu duas horas na casa do pastor.

O imperador gostava de ouvir as narrativas das viagens de Kalley pela Terra Santa. O mesmo D. Pedro II, em 1876, esteve em Nova York e foi ouvir o famoso evangelista D. L. Moody pregar sobre a pergunta de Pilatos – “Que farei então de Jesus, chamado Cristo?” (Mt 27.22).

Alguém observou que o ilustre visitante prestou muita atenção, curvando a sua fronte em aprovação a estas palavras do pregador: “Até um grande imperador não pode salvar a sua alma, com toda a sua riqueza e poder, se não se curvar aos pés de Cristo, aceitando-o de coração”.
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1103 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.