Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Não se iluda: A Europa ainda não se tornou cristã

Se eu não tivesse vindo e lhes falado, eles não teriam nenhum pecado; mas, agora, não têm desculpa do seu pecado - João 15:22.

Quando pergunto a meus amigos alemães, quando afinal de contas a Alemanha foi cristã, geralmente eles apontam para idade média. Antes do iluminismo. Antes da renascença - da própria reforma... Estranho...

Quando Jesus esteve pessoalmente na Palestina e fundou sua igreja, não significou que Israel tornou-se um país cristão. De Jerusalém partiu uma onda de boas novas, que atingiu a Judéia, a Samaria, as regiões da Turquia, da Grécia e Itália de hoje.

Com Constantino o cristianismo tornou-se aceito no Império Romano. E logo a igreja católica romana cresceu em poder. Mas até a chegada de Bonifácio às terras germânicas passaram-se longos 400 anos.

A igreja se expandiu em todo continente Europeu, mas isso não significa que os países se tornaram cristãos.

Basta examinar os livros de história para constatarmos a falência moral da igreja, dos governantes e da população medieval. Nem tudo eram flores... Em caso de dúvida, pergunte para John Wycliffe ou Jan Hus.

Infelizmente é comum essa ilusão, de que em algum momento a Europa tenha sido um continente cristão. Não passa de um desejo ingênuo de retorno a alguns modelos do passado e falta de maturidade para encarar os desafios do tempo presente.

Quais desafios? Claro, não aqueles que apontam bucolicamente para o passado, mas os que apontam para frente. Paulo nos diz em sua carta a Roma no capítulo 11 que Israel experimentou um endurecimento em parte, até que chegue a plenitude dos gentios.

Os gentios precisam ser alcançados plenamente! Ou seja, Américas, Europa, janela 10-40, todo o globo. Brasil, Alemanha, Grécia, Turquia e Israel. Porque, se a sua rejeição é a reconciliação do mundo, qual será a sua admissão, senão a vida dentre os mortos?
Fürth - EX
Textos publicados: 282 [ver]
Site: http://teologia-livre.blogspot.de/

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.