Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Limitando Deus

"... Poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera." Ef 3.20

Alusão às ilimitadas possibilidades do Senhor; porém, trazendo uma condição, que, pela origem humana põe limites; "... segundo o poder que em nós opera."

Quando diz: "Tudo é possível ao que crê." Não está patenteando à fé como um poder ilimitado e independente; antes, como antídoto à incredulidade que limitaria a atuação Divina. "... aos que Me honram Honrarei, porém os que Me desprezam serão desprezados." 1 Sm 2.30

"Correntes e orações fortes" circulam como se, a Operação Divina fosse manipulável mediante certas "fórmulas infalíveis".

Deus É Todo Poderoso; "Operando Eu, quem impedirá?" Desafia. Todavia, "não pode" tratar ao justo como o ímpio; É Santo. "Longe de ti que faças tal coisa, que mates o justo com o ímpio; que o justo seja como o ímpio, longe de ti. Não faria justiça O Juiz de toda Terra?" Gn 18.25

Se, superficialmente parecem todos iguais, (às vezes o ímpio parece levar vantagens) chegará um momento em que as diferenças serão notórias; se, não antes, no juízo. "Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, o que não serve." Ml 3.18

Eventualmente, O Eterno desnuda erros; amostras grátis de juízo ainda na Terra; "Os pecados de alguns homens são manifestos, precedendo o juízo; noutros manifestam-se depois." I Tm 5.24

Não há um justo sequer; O Eterno justifica aos que se arrependem e submetem a Cristo. Nesses, A Sua Palavra opera e lega poder; não para subjugar desafetos, mas para agir segundo Suas diretrizes. "A todos quantos O receberam, deu-lhes poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no Seu Nome;" Jo 1.12

A ideia vulgar do Poder espiritual é "pisar serpentes e escorpiões e toda obra do maligno." Esses bichos, ao olhar do simplório estão nos outros, não em si mesmo. Ora, se o poder da Palavra atua para purificar meu caminho, então, seus alvos primeiramente estão em mim. "Com que purificará o jovem (o Homem) seu caminho? Observando-o conforme Tua Palavra." Sl 119.9

Na Palavra aprendemos que o Nome "Jesus", foi determinado por Deus, por um propósito específico: "... chamarás Seu Nome Jesus; porque Ele salvará o Seu povo dos seus pecados." Mt 1.21

O Nome que, no original significa: "Deus é Salvação" foi escolhido por dois motivos, ao menos; Porque Jesus Cristo É Deus, e também É O Salvador.

Então, quando alguém roga por coisas várias em "Nome de Jesus" pressupõe-se uma operação do Poder Dele nesses dois âmbitos; o tal está convencido que Jesus é Deus, e por Ele foi Salvo. Orar em Nome do Senhor demanda viver do modo que esse Nome Excelso significa; "O fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, qualquer que profere o Nome de Cristo aparte-se da iniquidade." 2 Tm 2.19

As "serpentes e escorpiões" que muitos incautos presumem enfrentar em jactâncias frívolas atuam para esconder o real significado desse Nome e Seu Feito. A revelação necessária é de entendimento, não de qual porta espera pelo João, ou de quem fez macumba contra qual; "Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em Seu conhecimento o espírito de sabedoria e revelação; tendo iluminados os olhos do vosso entendimento ..." Ef 1.17-18

Pois, a oposição faz seu trabalho sujo na contramão; "... o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é A Imagem de Deus." 2 Co 4.4

Embora O Poder Regenerador nos seja franqueado mediante À Palavra, ele não se manifesta por meras palavras, mas após a obediência. Caso contrário seremos como aqueles que, "Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, desobedientes e reprovados para toda boa obra." Tt 1.16

Erram os ministros que aconselham que se "busque poder." Devemos buscar a obediência; pois, uma vez alcançada essa ... de outra forma: Se, o Poder regenerador da Palavra operar em nós, as transformações desejadas pelo Eterno se verificarão também; "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas passaram; eis que tudo se fez novo." 2 Co 5.17

Os dos dois fundamentos, um na areia, outro na rocha. Ambos tinham o Poder da Palavra ao dispor; mas só operou num; o que ouviu e praticou.

Alguns saudosistas perguntam: "Por quê não acontecem mais milagres como antigamente?" A Mão do Senhor segue Poderosa. Nossos ouvidos estão agravados, escolhemos o que queremos ouvir, refratários ao que precisamos.
Soledade - RS
Textos publicados: 325 [ver]
Site: http://ofarol21.blogspot.com.br

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.