Apoie com um cafezinho
Ol? visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Igrejas - Voltando a este tema

Tem gente que adora falar mal de igrejas. E falam cada coisa "cabeluda" que às vezes dá até medo. Não devemos falar mal de instituições, pois elas são legais e sempre tem gente que gosta. Quando o assunto é fé a coisa é ainda mais séria, pois é algo muito íntimo e muito importante para cada pessoa. Eu posso não gostar desta ou daquela igreja, mas devo respeitar a liturgia dela, a sua história e a sua importância no contexto social. Ninguém é obrigado a entrar e participar de nenhuma igreja, não é obrigado a contribuir e se quiser entrar e conhecer não paga nada, pois não tem bilheteria como tem num teatro ou num estádio de futebol. Está escrito na Bíblia: "De graça recebestes, de graça dai", (Mateus 10.8).

Eu respeito todas as religiões, embora não concorde com algumas. Não concordar é um direito meu, respeitar é um dever que eu tenho, até em respeito às pessoas que as frequentam. É simples: fica na sua que eu fico na minha e Deus nos abençoa a todos. Hoje, aproveitei o meu espaço no Facebook para tecer estes comentários sobre o tema "Igrejas". Com o advento das redes sociais, com as suas facilidades e a sua abrangência, podemos ver hoje muitos comentários e vídeos sobre igrejas, denominações, religiões e afins. Sabemos que houve muita mudança no contexto da igreja, mudanças estas já esperadas e profetizadas. Mexeram em tudo, desde a estrutura até ao teto e restou o que vemos hoje: uma igreja fragilizada, e para piorar, banalizada e espezinhada pelos adversários da fé cristã-evangélica.

A igreja é uma realidade, sempre foi e sempre será. Temos na igreja evangélica pelo menos dois grupos fortes e bem estruturados: os pentecostais e os não-pentecostais, ou tracionais, ou reformistas. Temos outros grupos entremeados, inclusive aqueles que não consideram os demais e são contra a Igreja de Cristo. São os "pescadores de aquário", pessoas que evangelizam crentes afirmando que para serem salvos é preciso mudar de igreja, batizar de novo e etc. E esse grupo cresce valendo-se da falta de conhecimento e de firmeza de muitos crentes pentecostais ou tradicionais. Afora estes grupos, tem outros e outros. Tem grupos que negam as doutrinas básicas da Bíblia: salvação, perdão, santificação, justificação, arrependimento e por fim arrebatamento. Depois aparecem outros grupos claramente imersos em heresias, mas que se dizem cristãos e evangélicos. São os que não creem na Trindade, rebatizam e fazem uma verdadeira salada negando as doutrinas básicas da Bíblia e há até os que fizeram uma "nova Bíblia" para eles, visando assim esposar e disseminar as suas doutrinas. E tem ainda outros grupos mesclados que são religiões pagãs, de cultos estranhos que, não obstante, afirmam também serem evangélicos. Enfim, o mundo está cheio de religiosidade e religiões e no meio desta massa está a Igreja de Cristo, que só Ele conhece e sabe realmente qual é.

Como disse em epígrafe, existem dois importantes grupos evangélicos: os pentecostais e os não-pentecostais, ambos tem tradição e "norral" (know how em inglês) e vêm de longe com uma bagagem substancial pregando e avançando em praticamente todos os países do mundo. Mas agora este grupo está sendo bombardeado, criticado e se mostra fragilizado em função das mudanças efetuadas que causaram um certo descrédito em sentido geral. Isto é perigoso, pois põe em risco a credibilidade da chamada "igreja visível". Acredito, porém, que essas mudanças todas prenunciam a vinda de Jesus, que a cada dia está mais próxima. Por falar em "vinda de Jesus", este assunto hoje está proibido em muitas igrejas. O que fazer então? Certamente devemos ficar firmes na fé, sabendo que o tempo está próximo. Temos base bíblica para salientarmos isto. Que o mundo continue cambaleando enquanto a igreja, apesar de tudo, segue triunfando. E que possamos dizer: "Ora vem Senhor Jesus!". Nota: A tendência é piorar mais a cada dia, mas Deus conhece os que são seus.
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 471 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.