Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Igrejas que fecham

Por que uma igreja fecha se em Mt 16.18, Jesus disse que as portas do inferno não prevaleceriam contra ela?

O rápido enfraquecimento da fé cristã, tem resultado no fechamento de muitas igrejas, as quais, por estarem vazias, são colocadas à venda.

Na Europa, igrejas históricas estão sendo tomadas por projetos comerciais. Locais de adoração a Deus foram transformados em academias, supermercados, lojas e até bares.

Segundo informações do The Wall Street Journal de Jan/2015, cerca de 20 igrejas são fechadas anualmente na Inglaterra. Nesse mesmo ano, 200 igrejas dinamarquesas foram consideradas inviáveis.

Entre 1995 e 2015, 515 igrejas católicas foram fechadas na Alemanha. Na Holanda, foi estimado que 700 igrejas protestantes fechariam de 2015 a 2019.

Será que esses acontecimentos evidenciam o cumprimento das Escrituras? Há um consenso entre teólogos conceituados, de que estamos vivendo os últimos dias.

A respeito desse tema, a Bíblia diz o seguinte:

Paulo escreveu que os últimos dias seriam marcados por "homens amantes de si mesmos" (2 Tm 3.2). Jesus disse que no final dos tempos, o "amor de muitos esfriaria", por causa do "aumento da maldade" no mundo (Mt 24.12).

Observe que nessas duas passagens, há visivelmente um problema relacionado ao amor no final dos tempos.

Em contrapartida, em Mt 22.37-39, Jesus diz que devemos amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a nós mesmos.

Acredito que há uma relação direta do fechamento das igrejas, com o esfriamento do amor a Deus e ao próximo, porque isso aponta para uma visão focada no ego, que é alimentada pelo interesse do homem em si mesmo.

Quem ama a Deus de verdade, anuncia as boas-novas da salvação através de Jesus, não apenas por obediência, mas, principalmente, por amor e gratidão pela esperança da vida eterna. Também é preciso amor para trabalhar com determinação, quando temos por objetivo a salvação do nosso próximo.

Estou ciente de que o assunto relacionado ao evangelismo, causa desconforto em muitos religiosos, os quais, quando são confrontados por ele, logo afirmam que há diferentes dons e funções na Igreja, no intuito de tirar o foco dessa responsabilidade que pesa sobre os seus ombros.

De fato, há diferentes dons e funções para edificação da Igreja, mas, se a respeito de evangelizar, alguém disser a mim que essa não é a sua função ou dom, responderei com base nas Escrituras, que essa é uma obrigação de todo Cristão genuinamente convertido.

Infelizmente, muitos ávidos frequentadores de Igrejas, acreditam na existência de Deus, e até estão convencidos de que a Bíblia é a expressão da verdade, mas negam a fé porque não estão dispostos, a serem verdadeiros discípulos de Jesus que cumprem o ide.

Definitivamente, evangelizar não é uma opção, mas sim uma ordem dada pelo nosso Salvador e, sem exceções, ela deve ser cumprida por todo aquele que afirma, que o seu nome está escrito no livro da vida.

A compreensão de Paulo a respeito disso, está registrada em 1 Co 9.16 onde ele escreveu o seguinte: "Porque, se anuncio o Evangelho, não tenho do que gloriar-me, pois a mim é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o Evangelho!"

Todavia, para quem nasceu de novo, evangelizar não é uma obrigação, muito pelo contrário, isso é algo tão normal e prazeroso quanto sorrir ou respirar, simplesmente porque é inevitável não testemunhar, a respeito das maravilhas que Deus fez em sua vida.

Em Hb 2.3, o autor escreveu "como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação?". Eu tenho para mim, que a desobediência é irmã da negligência, no que diz respeito também ao evangelismo.

Por que uma igreja fecha? Há muitos fatores que podem contribuir para isso, mas, basicamente, penso que duas coisas são determinantes para o fechamento de uma igreja: missão e visão.

Ou seja, uma igreja fecha quando não cumpre a sua missão de evangelizar. Uma igreja fecha, quando perde a visão de alcançar os confins da Terra com a Palavra da salvação.

Essas duas coisas dependem do principal que é o verdadeiro amor e, se ele não passa de uma teoria, que é vivenciada dentro das quatro paredes de uma igreja aos domingos, o fechamento de suas portas é uma questão de tempo.

Em suma, uma igreja desobediente que não evangeliza está fadada ao fracasso, até que se arrependa do seu pecado, enquanto é tempo.

Mas estou certo de que as portas do inferno, realmente não prevalecerão contra uma igreja formada por verdadeiros crentes, que a exemplo do remanescente fiel descrito em Ap 12.17, guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo.

Para concluir, Mt 24.14 traz esperança e alegria ao meu coração, porque no mesmo contexto em que Jesus fala sobre o esfriamento do amor, Ele garante que, apesar disso, O Evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, para testemunho a todas as nações, antes que venha o fim.

Se depender do que você tem feito hoje, os seus filhos e netos terão a sua igreja aberta no futuro? Pense nisso.

Que O Senhor nos ajude.
Santo André - SP
Textos publicados: 1 [ver]
Site: http://salva-vidas.org.br
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.