Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Abertura

Evangelização e contraevangelização

Chama-se de Grande Comissão aquela ordem dada por Jesus depois de sua ressurreição e antes de sua ascensão: “Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas” (Mc 6.15). Por causa dessas palavras, somos hoje mais de 2,2 bilhões de cristãos entre pessoas realmente convertidas e cristãos meramente nominais. Estamos em todos os países do mundo (não em todas as etnias).

 

Porém, não devemos nos esquecer que há de fato mais de uma Grande Comissão. Embora muitas pessoas não acreditem na existência do Diabo, a outra grande comissão é dele. Os discípulos de Jesus estão pregando o evangelho pelo mundo inteiro e os missionários do Diabo estão pregando o contraevangelho pelo mundo inteiro. É isto o que diz o verso 7 da segunda carta de João: “Muitos enganadores têm se espalhado pelo mundo, afirmando que Jesus Cristo não veio como um ser humano”.

 

Tanto os missionários de Jesus como os missionários do Diabo se deslocam de um lugar para outro, de uma cidade para outra, de uma região para outra até chegar aos confins do mundo. Nada impede que os enganadores cheguem a uma cidade antes dos evangelistas. Mas, de modo geral, estes chegam primeiro, e aqueles, depois. O livro de Atos fornece um exemplo: “Quando os judeus de Tessalônica souberam que Paulo tinha anunciado a palavra de Deus também em Bereia, foram até lá e começaram a agitar e atiçar o povo contra eles” (At 17.13).

 

Enquanto o alvo da pregação é anunciar o Jesus das Escrituras, o alvo da “despregação” é anunciar outro Jesus. A pregação dos discípulos prega o nascimento sobrenatural de Jesus, a natureza humana e a natureza divina de Jesus, a morte expiatória de Jesus, a ressurreição de Jesus, a vitória de Jesus sobre os poderes hostis a Deus e à criação (incluindo a morte, o último inimigo a ser vencido), a volta de Jesus em poder e muita glória e a capitulação a Jesus de todas as criaturas no céu, na terra e debaixo da terra.

 

A contraevangelização pretende retirar Jesus da cruz, da sua centralidade e de seu trono ao lado direito do Pai, bem como reter Jesus no túmulo de José de Arimateia. Eles anunciam um Cristo deformado, um pseudocristo, um Cristo de mentirinha. Com tanta força que Peter Kuzmic, ex-presidente do Seminário Teológico Evangélico em Osijek, na atual Croácia, dizia com frequência aos seminaristas que a principal tarefa deles era “lavar o rosto de Cristo”, pois ele vem sendo manchado e distorcido. Com tanta força que o Congresso Internacional de Evangelização, reunido em Lausanne, na Suíça, em 1974, deu o seguinte título ao terceiro parágrafo do chamado Pacto de Lausanne: “A Natureza Ímpar e Universal de Cristo”.

 

John Stott lembra que “em cada geração a igreja precisa recuperar a doutrina da justificação”. Naturalmente por causa da grande comissão do Diabo, que nega tanto o pecado como a expiação.

 

O conflito entre a pregação e a “despregação” é histórico e perpassa todos os séculos. Deus disse aos nossos pais para não comerem do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Em seguida, o Diabo disse que não haveria problema algum se eles comessem. Até o advérbio “certamente” foi usado na fala dos dois: Deus disse a Adão: “Certamente você morrerá”, e o Diabo disse a Eva: “Certamente vocês não morrerão” (Gn 2,17; 3.4, NVB). A pregação afirma que Jesus ressuscitou; a “despregação” afirma que o túmulo está vazio porque os discípulos roubaram o corpo de Jesus (Mt 28.11-15).

 

João não é o primeiro a apontar o responsável pela contraevangelização. Na parábola do joio, Jesus aponta o responsável por essa mistura do trigo com o joio: “O inimigo que semeia o joio é o próprio Diabo” (Mt 13.39)!

 

 

Elben César

 

Leia mais
As três vias da evangelização apaixonada

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.