Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — --

Martinho Lutero e Dilma Rousseff

Martinho Lutero (1483-1546) ensina que os cristãos devem obedecer às autoridades de governo secular enquanto elas não lhes ordenarem que façam algo contrário às suas convicções religiosas. Se ele estivesse vivo hoje e se a presidente Dilma Rousseff o mandasse calar a boca quanto a assuntos éticos e religiosos, o reformador reagiria assim:

 

“Senhora, cuide do governo secular. A madame não tem autoridade para se intrometer no reino de Deus. Eu não lhe obedecerei. A presidente pensa que Deus deve permitir o seu desejo de empurrá-lo de seu trono e sentar-se em seu lugar?” (“Somente a Fé”, p. 195).

 

 

É dessa maneira que Lutero comenta 1 Pedro 2.16-17: “Usem da sua liberdade para servir a Deus, não para quebrar as regras. Tratem todos com dignidade. Amem sua família espiritual. Temam a Deus. Respeitem o governo”.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.