Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — --

Uma privada em lugar da sacristia e outra privada em lugar de Lênin

Quando a Albânia era um país comunista (de 1945 a 1991), a sacristia de uma igreja cristã em Tirana foi transformada em W.C. Atualmente, mais de meio século depois, várias estátuas em homenagem a Vladimir Lênin (1870-1924), que fundou o Partido Comunista e chefiou a Revolução de Outubro de 1917 na antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, estão sendo derrubadas na Rússia, na Ucrânia e em outros países do antigo império comunista. No lugar de uma delas foi colocada uma privada dourada. Em outra, erigiu-se um monumento a Berehynia, deusa eslava protetora dos lares. Durante o domínio comunista, nenhuma religião, nem cristã nem muçulmana, podia ser professada na Albânia. A proibição foi cancelada em 1990 e a liberdade religiosa foi implantada oito anos depois. Hoje, apenas 20% da população não tem religião. Os 80% restantes são cristãos ou muçulmanos. A Rádio Tirana, criada para propagar o ateísmo, transmite 80 horas semanais de programas evangélicos para a Europa e a Ásia. Mais de 1 milhão de Alcorões foram distribuídos no país e novecentas mesquitas foram reformadas ou construídas. Um ano depois da abertura política, os protestantes publicaram uma Bíblia parafraseada e, no ano seguinte, uma nova tradução das Escrituras.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.