Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Como ser testemunha de Cristo em um mundo plurireligioso?

Diante de um crescente cenário de conflitos interreligiosos, o Conselho Mundial de Igrejas (CMI), o Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-Religioso (CPDI) e a Aliança Evangélica Mundial (AEM) - três grandes organizações cristãs que representam quase 90% dos cristãos em todo o mundo - publicaram no fim de junho o documento “O Testemunho Cristão num Mundo de Pluralismo Religioso: Recomendações sobre a Prática do Testemunho”.

Ao longo dos últimos cinco anos, as três organizações fizeram uma série de consultas a fim de elaborar em comum acordo recomendações práticas para o comportamento missionário dos cristãos, especialmente em contextos de conflitos interreligiosos.

O texto diz que “este documento não pretende ser uma declaração teológica sobre missão, mas sim levantar os problemas práticos associados ao testemunho cristão em um mundo plurireligioso”.

"Nos últimos cinco anos nós construímos uma nova ponte", disse o secretário geral da AEM, Geoff Tunnicliffe. "Esse documento representa uma conquista significativa", explicou, porque é um acordo formal sobre "a essência da missão cristã" e também mostra que várias organizações cristãs "podem falar e trabalhar juntas." A publicação do texto é um "momento histórico" na busca pela unidade dos cristãos, lembrou.

Com ênfase na prudência e no respeito, e com base no exemplo de Jesus Cristo, o documento traz 12 princípios para o testemunho cristão. São eles:
1. Atuar no amor de Deus
2. Imitar a Jesus Cristo
3. Praticar as virtudes cristãs
4. Atuar com justiça e amar a misericórdia
5. Discernimento a respeito dos ministérios de cura
6. Repúdio à violência
7. Liberdade de religião e crença
8. Respeito e solidariedade mútuos
9. Respeito a toda pessoa
10. Renunciar o falso testemunho
11. Zelar pelo discernimento pessoal
12. Construir relações interreligiosas

O documento ainda não foi traduzido para o português, mas o leitor pode acessá-lo em espanhol aqui.

Com informações da ALC/CMI
Jornalista, é editor de web da Editora Ultimato e escreve regularmente em seu blog pessoal Fatos e Correlatos. Colabora também na área de comunicação com a Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS). É um dos organizadores de Uma Criança os Guiará e do e-book Vocação e Juventude: a fascinante jornada entre o ser e o fazer.
  • Textos publicados: 36 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.