Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Caminhos da missão

Rosalee Appleby – pés franciscanos, alma avivada

Rosalee Mills Appleby (1895–1991) veio para o Brasil em 1924 como missionária, tendo aqui permanecido por 36 anos. Retornou à sua terra natal em fevereiro de 1960. Sua viagem dos Estados Unidos para o Brasil aconteceu por ocasião de sua lua de mel. Ficou casada por apenas catorze meses. Pouco mais de um ano depois de sua chegada ao Brasil, aprouve ao Senhor chamar para si o seu esposo. Aos 30 anos, viúva e com um filho de colo, nunca pensou em se casar novamente. Para ela era requisito indispensável que seu futuro esposo fosse apaixonado por missões no Brasil. Não tendo encontrado homem algum com este perfil, assumiu a viuvez para sempre.
 
Seu ministério consistiu, em maior parte, no evangelismo pessoal. Porém Rosalee foi também missionária, professora, poetisa e doutrinadora. Em tudo o que fazia, irradiava uma paz indescritível, uma força de vontade invejável e uma firme determinação de fazer a vontade do Senhor.
 
Rosalee elegeu para si um estilo de vida franciscano. De seu próprio sustento tirava a maior parte para investir no reino de Deus. Nunca teve carro, casa ou quaisquer bens materiais, pois nutria a certeza de que seu tesouro estava nos céus, “onde a traça e a ferrugem não destroem” (Mt 6.20). Muitos foram os obreiros nacionais ajudados financeiramente por ela. Não raro encontramos por este Brasil afora irmãs com o nome de Rosalee, em uma clara demonstração de gratidão e carinho por Rosalee Appleby. Existem obreiros que nunca tiveram o prazer de conhecê-la pessoalmente, mas que foram grandemente abençoados por aquela missionária de físico franzino e voz meiga, mas com um coração que pulsava forte, apaixonado pelo Brasil.
 
Seu ministério foi concentrado em Minas Gerais, principalmente em Belo Horizonte. Teve participação efetiva na fundação de quatro igrejas e plantou outras quatro, todas na capital mineira, sendo duas na região metropolitana. Sua vida falava tão alto quanto suas palavras. Seu testemunho pessoal nunca foi contestado. Tornou-se pioneira no Brasil na divulgação e implantação das doutrinas relativas ao batismo no Espírito Santo e dos dons espirituais como realidade para os nossos dias, de forma mais incisiva no seio das igrejas batistas históricas ou conservadoras. Convidada que era para falar em congressos diversos, destacava-se como oradora e tinha uma unção especial para promover e dirigir reuniões de oração em que, quase sempre, o tema era a necessidade de buscarmos um despertamento espiritual para nossas vidas e nossas igrejas. Sua maturidade cristã foi construída sobre os joelhos. Gastava horas e horas em oração, às vezes chegando à exaustão. No evangelismo pessoal era imbatível. Sempre carregava em sua bolsa porções do evangelho para que, a qualquer momento propício, pudesse delas lançar mão.
 
Morreu aos 96 anos em Canton, Mississippi, Estados Unidos, mas sua vida continua a inspirar muitos de nós. Rosalee Appleby nos brindou com inúmeras obras de sua pena. Entre as mais conhecidas estão "Vida Vitoriosa", "Ouro Incenso e Mirra" e "Florilégio Cristão".
 
José Hilário Pires de Souza é pastor presidente da Igreja Evangélica Batista de Belo Horizonte, MG, advogado e jornalista. Este artigo baseou-se em sua dissertação de pós-graduação em missiologia no Centro Evangélico de Missões (CEM), em Viçosa, MG.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.