Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Capa

John Stott e a ressurreição

[A ressurreição de Jesus] aconteceu há cerca de dois mil anos. Como um evento tão antigo pode ter grande significado para nós hoje? Por que cargas d’água os cristãos compõem hinos e coreografias a partir desse acontecimento? Será que a ressurreição não é irrelevante? Entendo que [...] ela é perfeita para a condição humana. Ela preenche nossas expectativas de uma forma como nenhum outro evento remoto preenche ou poderia preencher. É a base da nossa certeza cristã em relação ao passado, ao presente e ao futuro.

[Depois de sua ressurreição, Jesus] não era um defunto que voltou à vida normal, [nem um fantasma]. [...] Na verdade, ele ressurgiu da morte e simultaneamente se vestiu de um novo ser para a sua personalidade. A ressurreição do nosso corpo será como a ressurreição de Jesus, a qual foi uma notável combinação de continuidade e descontinuidade. Por um lado, havia uma clara ligação entre os dois corpos. As cicatrizes ainda estavam nas mãos, nos pés, no lado. E Maria Madalena reconheceu a voz dele. Por outro lado, seu corpo atravessou as mortalhas, o sepulcro fechado e portas trancadas. Então evidentemente seu corpo tinha novos e inimagináveis poderes.

A esperança cristã diz respeito ao nosso futuro individual (a ressurreição do corpo), mas também ao nosso futuro cósmico (a renovação do universo). Esta promessa é muito relevante hoje, em vista do aquecimento global e da ameaça de desastre ambiental. Em geral, porém, nós cristãos tendemos a pensar e falar muito de um paraíso etéreo e a pensar e falar muito pouco sobre os novos céus e a nova terra. Mas toda a Escritura é entremeada por uma expectativa mais geral e mais física, [isto é, a renovação dos céus e da terra].

Nota
Traduzido de Through the Bible, Through the Year — daily reflections from Genesis to Revelation (Oxford: Candle Books, 2006. p. 279, 284-285).

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.