Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Pastorais

Tire as sandálias dos pés

 Depois de alguns anos de trabalho ao lado de Moisés e com a morte deste, Josué passa a liderar os israelitas na conquista da terra prometida. Ele é filho de Num, da tribo de José, e seu nome, a princípio Oseias, que significa “salvação”, é mudado por Moisés para Josué, que quer dizer “Javé é salvação” (Nm 13.16).

A primeira referência bíblica a ele está em Êxodo 24, no episódio em que Moisés sobe ao monte Sinai para receber de Deus a lei e os mandamentos que guiariam o povo. Em outro relato, Josué é aquele que como um guarda “não se aparta da tenda” armada fora do arraial onde Moisés ouvia o Senhor falar-lhe face a face (Êx 33.11).

Mais para frente, o nome de Josué aparece no relato bíblico em que ele e outros onze homens, um de cada tribo de Israel, são enviados para espiar a terra de Canaã (Nm 13). Josué e Calebe são reconhecidos pela coragem ao exortar o povo a não duvidar do poder de Deus para fazê-los entrar naquela terra. Por causa da disposição de seu espírito e perseverança em seguir o Senhor, Josué e Calebe são os únicos de sua geração que entram na terra prometida (Nm 14.20-38).

A escolha de Josué como novo líder do povo de Israel é trazida ao conhecimento de Moisés quando, depois dos anos de labor, ele é avisado por Deus de sua morte e, preocupado com a sorte do povo, faz uma bonita oração: “O Senhor, autor e conservador de toda vida, ponha um homem sobre esta congregação que saia adiante deles, e que entre adiante deles, e que os faça sair, e que os faça entrar, para que a congregação do Senhor não seja como ovelhas que não têm pastor” (Nm 27.16-17). E a resposta de Deus é: “Toma Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e impõe-lhe as mãos; apresenta-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação; e dá-lhe, à vista deles, as tuas ordens. Põe sobre ele da tua autoridade, para que lhe obedeça toda a congregação dos filhos de Israel” (Nm 27.18-20).

Deus é quem designa Josué para liderar os israelitas. Certamente, desde a sua mocidade, o Senhor o preparou e dispôs o seu espírito para assumir este compromisso. A capacitação para o trabalho foi forjada nos anos de serviço, nas horas que passou do lado de fora da tenda, esperando que o Senhor falasse a Moisés, na proximidade que manteve de seu líder e no que deve ter aprendido ao ouvi-lo ensinar ao povo, na perseverança e confiança nas promessas de Deus. É notável como Josué, em resposta às vezes em que Deus lhe faz um pedido, atende a cada um de maneira precisa, é atento e faz o que deve fazer (Js 1.1-18; 4.15-17; 8.1-8; 8.18; 20.1-9).

Certo dia, quando o povo acaba de atravessar o rio Jordão e de celebrar a Páscoa nas campinas de Jericó, Josué vê perto dele um homem de pé que traz uma espada na mão. O homem não é cidadão de Israel nem adversário, mas um príncipe do exército de Deus. Ao saber disso, Josué, em atitude reverente e de adoração, prostra-se com o rosto em terra e diz ao homem: “Estou às suas ordens, meu senhor. O que quer que eu faça?”. E o homem lhe responde: “Tire as sandálias porque a terra que você está pisando é santa” (Js 5.13-15, NTLH).

A recomendação é simples. Descalçar os pés não exige estratégia de guerra, sacrifícios, conselhos ou reflexão, requer apenas um gesto. E Josué não demora, não oscila, não duvida: curva-se e tira as sandálias. Por saber o que é obediência, o homem de pés nus e em quem habita o Espírito está pronto para pisar e conquistar a terra prometida.

• Ariane Gomes é assistente de redação na Editora Ultimato.

Leia mais
Deus nos chama pelo nome... e para o serviço

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.