Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — --

Nós apagamos seu passado!

A empresa espanhola Eliminalia oferece o serviço de “funeral digital”, com contratação antecipada (pelo pretendente) ou posterior (por seus herdeiros), que garante o apagamento das informações, senhas e contas do falecido na internet e inclui um memorial on-line onde amigos podem homenageá-lo. Outro tipo de serviço é a eliminação em vida de vestígios do passado de que o cliente deseja se ver livre: “Nós apagamos seu passado completamente, limpamos sua imagem, vigiamos sua reputação”, são algumas das promessas. Esta mesma empresa publicou um relatório mostrando o grande aumento nas solicitações de clientes latino-americanos para apagar os seus dados relacionados com a prostituição no Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos.

Este apagamento nada mais é do que ocultamento. O único que pode apagar o passado é Deus: “Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões” (Is 43.25); “Ó Deus, não há outro deus como tu... tu jogarás os nossos pecados no fundo do mar” (Mq 7.19). KF

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.