Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Especial — Infográfico

500 anos depois

Panorama global do protestantismo

Graças a uma parceria com o Centro de Reflexão Missiológica Martureo, publicamos o infográfico “1517-2017 -- 500 anos de protestantismo”, produzido pelo Centro de Estudos do Cristianismo Global, com sede em Massachusetts, Estados Unidos. Ele apresenta um panorama das mudanças do protestantismo ao redor do mundo a partir do marco da Reforma Protestante em 1517.

É importante esclarecer alguns parâmetros. Primeiro, as informações do infográfico são sobre o “protestantismo”, e não sobre o cristianismo. Segundo, em suas pesquisas o Centro, que trabalha com dados de 234 países, usa como categorias do cristianismo seis tradições principais: católicos romanos, ortodoxos, protestantes, anglicanos, independentes e heterodoxos. Os protestantes são todas as denominações que se desenvolveram a partir da Reforma Protestante do Século 16. Os independentes são os cristãos que escolhem se dissociar de todas as outras tradições históricas denominacionais. Os heterodoxos são pessoas que afirmam a maior parte das doutrinas cristãs tradicionais (mórmons etc.), mas que têm diferenças significativas em relação à maioria das outras pessoas que se identificam como cristãs.

O terceiro ponto a esclarecer é sobre a obtenção de dados. Ela é feita a partir de duas perspectivas: do ponto de vista do Estado e da sociedade em geral (como os censos e as pesquisas de opinião pública) e do ponto de vista das igrejas, quando as denominações relatam o número de seus membros (algumas delas incluem as crianças na contagem).

O caso da China chama a atenção. É comum ouvir que o número de crentes no país chega a 100 milhões. No infográfico a informação é de apenas 26.556.000 protestantes. Boa parte dos cristãos entrou na categoria independentes.

Independentemente da exatidão dos dados, Lutero e os outros reformadores não poderiam imaginar que a Europa, berço do protestantismo, em 2050 terá menos de 10% de protestantes, segundo estimativas. Nem que a África abriga hoje 41% de todos os protestantes, com expectativa de que em 2050 eles cheguem a ser 53%.

>> Arquivo para impressão aqui <<

 

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.