Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Ultimatoonline

Ultimatoonline

Por Lissânder Dias

Novidades, links e oportunidades no Portal Ultimato

 

Religião vale mais que Apple, Amazon e Google juntos

www.religjournal.com/pdf/ijrr12003.pdf

É possível calcular um valor socioeconômico da religião? Para os pesquisadores Brian e Melissa Grim, da Universidade Georgetown e Instituto Newseum, respectivamente, sim. Eles fizeram um levantamento inédito nos Estados Unidos que levaram a três estimativas. Só na primeira -- a mais conservadora --, a religião valeria 378 bilhões de dólares; mais que a Apple, a Amazon e o Google juntos. Baixe no link acima o relatório completo (em inglês).

Quanto vale a religião?

Receita anual das organizações religiosas norte-americanas

Setor

Receita

(bilhão)

% do total

Redes de saúde

U$ 161.0

42,5%

Congregações*

 U$ 82.8

21,8%

Institutos educacionais

U$ 74.0

19,6%

Caridade

U$ 45.3

12%

Mídia

U$ 0.9

0,2%

Alimentos (que seguem tradições  religiosas específicas) 

U$ 14.4

3,8%

Total

U$ 378.3

100%

* O valor da receita é, na verdade, de U$ 83.8 bilhões.
No entanto, para evitar possível dupla contagem, a pesquisa subtraiu o valor de doações feitas pelas congregações a outras organizações religiosas (U$ 1 bilhão).
Nota: Podem ocorrer pequenas imprecisões no total devido ao arredondamento das casas decimais.

 

Memorial Elben César
ultimato.com.br/sites/elbencesar/
Celebramos a vida e a memória de Elben César, que, por meio da revista Ultimato, dos seus livros e de mensagens, foi um pastor de muitas gerações de cristãos espalhados pelo país. Sua morte, no dia 7 de outubro de 2016, tocou muita gente. Você é nosso convidado para também deixar sua palavra ou lembrança sobre ele no “Livro de Visitas”.

Acesse www.elbencesar.com.br para ler textos inéditos e acompanhar o legado de Elben César.

 

 

Portal Ultimato: audiência em alta
ultimato.com.br
O Portal Ultimato está cada vez mais visitado. A audiência de 2016 [out. 2015 a set. 2016] superou a do ano anterior em 44% [out. 2014 a set. 2015]. Em números absolutos, foram 4,6 milhões de seções (visitas). Além disso, o portal registrou 7,5 milhões de visualizações por página.

 

Está faltando imaginação?
O Portal Ultimato começou em outubro a campanha editorial “Está faltando imaginação?”. Encorajados pelo lançamento
Leituras Diárias das Crônicas de Nárnia -- Um Ano com Aslam, de C. S. Lewis, queremos estimular os leitores cristãos a valorizarem a imaginação na fé cristã. Para isso, temos publicado artigos sobre o assunto em diversas áreas do pensamento, como arte, teologia, missões. Visite o portal e ajude a responder à pergunta acima.

 

Ultimato nas redes sociais

/editora.ultimato

Mais de 66 mil pessoas já “curtiram” a página da Editora Ultimato no Facebook. Junte-se a nós!

@ultimato

Quer saber o que a Editora Ultimato e seus blogueiros estão falando? Simples. Siga-nos no Twitter. Mais de 30 mil já são nossos seguidores.

/editoraultimato

Acompanhe o cotidiano, os bastidores e as promoções da Editora Ultimato no Instagram. Mais de 16 mil pessoas já nos seguem.

 

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.