Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — --

Jefferson comete o mesmo erro de Anchieta

José de Anchieta (1534-1597), missionário português de origem espanhola que veio para o Brasil em 1553, com a idade de 19 anos, não menciona a ressurreição de Jesus no seu “Diálogo de Fé”, o catecismo bilíngue (tupi e português) usado para evangelizar os naturais da terra. Cerca de dois séculos e meio depois, Thomas Jefferson (1743-1826), o terceiro presidente americano, faz o mesmo na chamada Bíblia de Jefferson, publicada nos Estados Unidos em 1820.

 

Anchieta descreve todos os acontecimentos da Semana da Paixão por meio de 168 perguntas e respostas de acordo com os Evangelhos. Todos os acontecimentos, “exceto” a ressurreição, o que é muito estranho. Talvez ele tenha sido influenciado pelo catolicismo ibérico, que durante muito tempo enfatizou muito mais a morte do que a ressurreição do Senhor. A “única” referência à ressurreição que ele faz é muito pálida: “O Senhor Jesus preparava para viver de novo”.

 

O presidente americano não é diferente: ele termina o seu livro (The Life and Morals of Jesus of Nazareth) com o sepultamento do Senhor. “Apesar de reverenciar Jesus por sua benevolência e ensino ético, Jefferson rejeitava os milagres, considerando-os incompatíveis com a natureza e a razão” (O Incomparável Cristo, de John Stott, p. 105).

Seja por mera omissão ou por incredulidade, deixar a ressurreição de Jesus de lado na palavra verbal e na palavra escrita é algo muito sério!

 

LEIA MAIS
A imperdoável omissão do padre José de Anchieta

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.