Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — --

Igreja e Estado

A Semana Teológica 2015, promovida pelo Seminário Presbiteriano do Sul, em Campinas, SP, de 8 a 11 de setembro, abordou o tema Igreja e Estado. Um dos preletores, Ailton Gonçalves Dias Filho, pastor da Igreja Presbiteriana de Americana, SP, e mestre em ciências da religião pelo Mackenzie, apresentou uma série de coisas que a Igreja não deve ser nem fazer:

 

A Igreja não é serva do Estado. Ela é serva de Jesus Cristo.

A Igreja não é um partido político, porque deve estar presente em todos os partidos.

A Igreja não está presente no Estado como uma organização somente, mas como uma força vital sobrenatural, que transforma homens, sensibiliza as consciências e retifica a conduta.

A Igreja não pode se considerar um grupo à parte, uma classe distante acima ou abaixo do povo. Ela também é povo, com todos os defeitos e todas as qualidades, responsabilidades e direitos.

A Igreja não deve se considerar melhor do que ninguém, mas deve estar decidida a fazer duas coisas: colaborar com todos aqueles que lutam honestamente para melhorar o homem, a começar dela mesma, e ensinar os princípios de Jesus Cristo como único meio de realizar essa tarefa difícil.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.