Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Novos acordes

Carlinhos Veiga

“Simples”
Erlon Lemos
Erlon está há muito na estrada. Integrou por vários anos a Banda MPC juntamente com Carol Gualberto, Juninho Santos e Armando Deolly. Antes mesmo dessa fase, já tinha um trabalho reconhecido. “Simples” é um CD para quem gosta de rock, o que o Erlon sabe fazer bem. Nele, mistura suas influências norte-americanas com a riqueza musical mineira. Este trabalho foi produzido por Thiago Pinheiro, que também concebeu, ao lado de Erlon, os arranjos e as execuções dos instrumentos. Participação de Nelson e Natan Bomilcar nos vocais de “Amanhecer”. Destaco a arte gráfica de Rick Szuecs e as fotos de Weslei Soares, que integram muito bem o todo. Contatos pelo site www.erlonlemos.com


“A chuva, a tarde e você”
Fernando Merlino
Um CD instrumental somente no piano, tocado por um dos músicos mais requisitados pelos grandes nomes da MPB. Quem não conhece Fernando Merlino é porque ainda não associou seu nome ao trabalho de gente como Beth Carvalho, Emílio Santiago, Leny Andrade, Gal Costa, Caetano Veloso, Chico Buarque, Zeca Pagodinho, Gerson Borges, Martinho da Vila, Maria Betânia, entre outros. No repertório, Merlino faz sua leitura da obra de Ennio Morricone (“Deborah’s theme”), Tom Jobim e Vinícius de Morais (“Sem você”), Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro (“Amazon river”), entre outras lindas canções. O “grand finale” é o hino “Que segurança”, de Fanny Crosby e Phoebe Knapp. Para adquirir, escreva para femerlino@gmail.com


“Parcerias”
Abianto e Diamanso
Este é o segundo CD da dupla. Reúne a versatilidade e primorosa execução instrumental de Cézar Abianto do Acordeon e a riqueza poética e inconfundível interpretação de Roberto Diamanso. Em “Parcerias” eles mantêm a identidade musical que os caracteriza: a sonoridade nordestina de extremo bom gosto. Ouve-se xotes, xaxados, frevos e, às vezes, outras tendências musicais, como o “jazz”. A poesia sempre rica é percebida nas belíssimas “Pérola”, “Saracura e Louva-Deus”, “Orion”, “O trabalhador”, e em outras canções. Participação especial de Ismael Santos como vocalista em três faixas. Para adquirir, escreva para a dupla pelo endereço eletrônico diamanso@ig.com.br


“Definitivo”
Jorge Camargo
Jorge comemora seus 30 anos de carreira com este lindo CD. “Definitivo” porque, segundo ele, é uma coletânea que representa a sua obra e que está registrada em versão definitiva -- não pretende regravar as canções. O seu legado para a música de adoração no Brasil é inegável e se estende às novas gerações. Por isso, convidou para participar da gravação gente nova e talentosa, como Tiago Vianna, Ju Bragança, Banda de Boca, Jader Gudin, Aline Pignaton, entre outros. A produção é de Maurício Caruso e do próprio Jorge. No repertório, as clássicas “Ajuntamento” e “Muitos virão te louvar” se misturam às inéditas “Farol”, “Letra morta” e “Pastores de palavras”. Em cada faixa uma surpresa. Novidade: as músicas podem ser adquiridas pelo iTunes. Para contato, www.jorgecamargo.com.br
 

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.