Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Caminhos da missão

É possível terminar a tarefa inacabada?

Algumas pessoas me perguntam: "E então, o que saiu de concreto de Lausanne 3?".

Embora seja difícil "concretizar" tanta coisa que nos impactou por lá, há uma certeza: a tarefa de casa ficou muito clara para todos.

Quem não sabe de cor Apocalipse 7.9-10? Esse é o grande desafio de missões no mundo hoje: fazer todo esforço conjunto e possível para que povos de todas as línguas e regiões tenham a oportunidade de louvar ao Cordeiro.

Os organizadores trabalharam com afinco para atualizar os dados sobre os povos “não-alcançados” do mundo. Como fruto de muita pesquisa, lançaram a cartilha do dever de casa em oito línguas: uma relação dos 632 grupos etnolinguísticos de mais de 50 mil pessoas “que não dispõem de missionários, nem de igrejas, nem de pessoas planejando trabalhar com eles”.1 Muitos desses grupos estão na Índia. No Sudão, há 56 deles. Os surdos em Portugal, por exemplo, formam um grupo: ainda não existe um trabalho direcionado especificamente para alcançá-los.

Os grupos menores ficaram de fora da cartilha, mas não da pesquisa. Aí são 1.505 grupos com populações de 5 a 50 mil pessoas que também precisam ouvir a Palavra e ser discipuladas.

Foi lançado o desafio de designarmos uma força-tarefa formada por 4 mil contadores de histórias. Esses missionários nada tradicionais seriam os “Joões Batistas” dos tradutores, os precursores da Palavra. Não significa que uma tarefa exclui a outra -- enquanto os tradutores vão trabalhando, os contadores vão alcançando as pessoas com as histórias bíblicas. Na maioria das vezes, eles não precisam vir de tão longe, nem precisam de uma formação tão especializada quanto a dos tradutores. Uma senhora nos contou no plenário como tem sido seu trabalho nessa área, após treinar vinte mulheres como contadoras de histórias bíblicas. Elas estão indo para partes remotas e pobres da Índia que não possuem a Bíblia escrita, ou onde as pessoas ainda não são alfabetizadas.

David Yoo e Paul Eshleman nos lembraram que 86% dos muçulmanos, hindus e budistas (que juntos perfazem metade da população mundial) não conhecem pessoalmente um seguidor de Cristo.

Também falaram da importância da mídia na evangelização mundial: hoje, um quarto das pessoas está se decidindo por Cristo por meio da mídia (rádio, televisão, internet etc.).

Houve interação com os delegados dos 198 países presentes, por meio de perguntas como esta: “Você conhece algum cristão fluente em alguma destas línguas [que necessitam tradução] que possa colaborar?”. Qualquer delegado podia preencher uma folha de correção para algum dado na pesquisa que sabia ser diferente. Ao final, foi distribuído um “cartão-resposta” para quem desejasse se comprometer com algum grupo específico. Nesse sentido, Lausanne foi também uma reunião de trabalho.

No encontro latino-americano realizado no último dia do congresso, Valdir Steuernagel nos lembrou: “Há uma mudança no foco da evangelização mundial. E a América Latina precisa aprender a se doar para o resto do mundo. Precisamos dar um testemunho de unidade, antes de tudo”.

Lausanne 3 trouxe a mensagem de que é possível “terminar” a tarefa em nossa geração — se todos trabalharmos juntos, em unidade e cooperação. Qual será a nossa participação, como igreja brasileira?

Délnia Bastos é diretora da Interserve Brasil-CEM.

Nota
1. Segundo a pesquisa, “a informação dessa lista está mudando rapidamente”. Mais informações em www.finishingthetask.com.



Assine Ultimato. Receba a sua revista em casa e leia primeiro também a edição online.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.