Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Capa

Todos os continentes diante do trono

Na solene abertura da 9ª Assembléia do Conselho Mundial de Igrejas, no dia 14 de fevereiro de 2006, houve um momento em que cada representante das sete regiões do mundo ali representadas se colocou diante do trono para clamar: “Deus, em tua graça, transforma o mundo!

África — onde sofremos a ameaça de uma doença sem cura
Viemos da África, berço da humanidade, terra de uma rica herança cultural e espiritual. Aqui estamos, povo dividido artificialmente em muitas nacionalidades, povo separado por guerras, ganância, desejo de poder. Povo cuja existência é ameaçada por uma doença que não tem cura.
 
Ásia — onde mora a metade da população mundial
Viemos da Ásia, lar de civilizações antigas e desenvolvidas, lugar onde mora metade da humanidade [...]. Gritamos pelas vítimas do tsunami e de terremotos no sul e sudeste asiático, pelas crianças deficientes que continuam a nascer no Vietnã por causa do agente laranja usado durante a guerra.

Caribe — onde enfretamos o problema da indústria do turismo exploratório
Viemos do Caribe, lugar de beleza natural e serenidade. Trazemos nossa diversidade cultural e religiosa. Trazemos também nossas frustrações e nossos problemas, gerados pela indústria turística exploradora. Trazemos os gritos das vítimas do tráfico e do consumo de drogas, da violência doméstica, do HIV e da aids.

Europa — onde trazemos uma tradição de guerras, conquistas e racismos
Viemos da Europa, lugar de grande diversidade e muitas contradições. Temos uma tradição de vida — liberdade, democracia e desenvolvimento humano. Mas temos, igualmente, plena consciência de que trazemos conosco uma tradição de morte: guerras, conquistas, exploração, racismo e genocídio.

América Latina — onde clamamos pelos direitos ignorados das crianças
Viemos da Améria Latina, de terras cheias de vida e esperança. Erguemos nossa voz vinda de todos os cantos deste continente. Clamamos por moradia, proteção, alimentação, saúde e respeito pelos direitos ignorados de muitas crianças [...]. Gritamos para que tenhamos independência para tomar nossas próprias decisões como povos.

Oriente Médio — onde andamos há séculos no vale da sombra da morte
Viemos do Oriente Médio, terra humilde que viu nascer Cristo Jesus, nosso Senhor, Príncipe da paz. Viemos de onde as boas novas se espalharam por toda a oikoumene. Trazemos dons de nossas culturas e tradições — ouro, incenso e mirra —, símbolos de bem-estar, profunda espiritualidade e paz. Andamos há séculos pelos vales da sombra da morte e continuamos a presenciar a tirania, a injustiça e a desigualdade.
América do Norte — onde temos dominado os outros por meio da economia
Viemos da América do Norte, dos lugares habitados por povos de muitos países [...]. Temos dominado os outros por meio da religião, língua, meios de comunicação de massa, economia, bem como pela força das armas. Liberta-nos, Senhor, do pecado do racismo, da pulsão de espoliar a terra, da sede de violência, da fome de vingança, da nossa ganância de império. Liberta-nos da satisfação conosco mesmos, da adoração de nós mesmos.

Pacífico — onde o nível dos oceanos está subindo e as ilhas, submergindo
Viemos do Pacífico, partilhamos a vulnerabilidade comum a todas as regiões. Não somos mordomos fiéis das ilhas nem zeladores cuidadosos dos mares. Nós profanamos e ameaçamos a criação de Deus. O nível dos oceanos está subindo e nossas ilhas estão submergindo. Estamos perdendo a nossa herança por causa da ganância dos países ricos e da destruição que provocam.
No final da cerimônia, todos os presentes cantaram em pé o hino oficial da Assembléia, especialmente composto pelo brasileiro Louis Marcelo Illenseer, em cinco diferentes línguas:

Deus, em tua graça, transforma o mundo!
O God, in your grace, transform the world!
!Oh Dios, en tua gracia, transforma el mundo!
Ô Dieu, dans ta grâce, transforme le monde!
Gott, in deiner Gnade, verwandle die Welt!

Fonte: Celebração de abertura da 9ª Assembléia do Conselho Mundial de Igrejas. Porto Alegre, 2006.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.